Exame de Sangue detecta Enfisema Pulmonar

Com um simples exame de sangue já pode se detectar e diagnosticar enfisema pulmonar antes mesmo dos sintomas característicos da doença (como falta de ar e tosse).
O enfisema pulmonar é uma doença pulmonar obstrutiva que tem como principal característica a destruição da estrutura do pulmão. Normalmente o enfisema pulmonar é causado pelo tabagismo, sendo esta uma doença sem cura.

Levando em conta as características acima descritas do enfisema pulmonar, pesquisadores americanos descobriram uma forma de diagnosticar o quanto antes o início do enfisema pulmonar, pois quanto antes este for diagnosticado mais rápido seria evitada a destruição das estruturas do pulmão.

Atualmente, o diagnóstico do enfisema pulmonar é realizado através de exames de sopro que tem como objetivo medir a função pulmonar através do esforço do sopro.
Segundo os pesquisadores, a nova forma de diagnosticar o enfisema pulmonar seria através de exame de sangue onde seria identificado partículas que identifica o início da destruição do pulmão. Essas partículas são resultantes do processo de inicial de morte das células do vasos que compõem o pulmão.

A pesquisa está baseada em testes realizados com 92 pessoas que foram divididas entre fumantes com enfisema pulmonar, fumantes saudáveis e não fumantes. Nos testes o processo da experiência foi realizar o exame tradicional de sopro baseado na função pulmonar e em seguida foi realizado o exame de sangue onde pode ser verificado células mortas de forma precoce vindas do pulmão.

Os pesquisadores estão neste momento realizando testes com amostras maiores de participantes para comprovar os resultados obtidos nos primeiros estudos, sendo que ainda não foi apontada a aplicação em curto prazo, e provavelmente será uma forma inovadora de diagnosticar enfisema pulmonar em médio prazo.




Quem leu "Exame de Sangue detecta Enfisema Pulmonar" também leu:

Exame de Sangue detecta Enfisema Pulmonar

Os artigos publicados no portal Índice de Saúde são para uso informativo e não substitui a consulta de um profissional de saúde.