Aldosteronismo primário (Síndrome de Conn) | Causas, sintomas e tratamento

Aldosteronismo primário (Síndrome de Conn) | Causas, sintomas e tratamento

O aldosteronismo primário é um distúrbio hormonal que pode contribuir para a pressão arterial elevada. O aldosteronismo primário também pode ser referido como síndrome de Conn ou hiperaldosteronismo.

publicidade
publicidade
Sintomas e Doenças

Síndrome de Conn (Aldosteronismo primário)

Existem muitos fatores que podem contribuir para a hipertensão arterial, como excesso de peso, má alimentação e falta de atividade física. Mas há outra condição que também pode levar à hipertensão arterial: é o aldosteronismo primário (síndrome de conn).

O aldosteronismo primário é um distúrbio hormonal que pode contribuir para a pressão arterial elevada. Nossas glândulas adrenais são responsáveis pela produção de hormônios, você pode estar familiarizado com o cortisol, o hormônio do estresse secretado por essas glândulas. Outro hormônio produzido pelas glândulas adrenais é chamado de aldosterona, que equilibra os níveis de potássio e sódio.

O aldosteronismo primário também pode ser referido como síndrome de Conn ou hiperaldosteronismo.

Prevalência do aldosteronismo primário (síndrome de conn)

Não está claro a prevalência exata do aldosteronismo primário (Síndrome de Conn), mas estimativas sugerem que entre cinco e 15% dos casos de hipertensão essencial resultam em aldosteronismo primário.

Os casos de aldosteronismo primário são mais prováveis em pacientes com baixos níveis de potássio sérico, idosos e pacientes que tomam apenas uma medicação para a hipertensão essencial. Alguns relatórios sugerem que o aldosteronismo primário é mais prevalente entre os afro-americanos.

As mulheres são mais propensas a ter o hormônio produtor de aldosterona e os homens são quatro vezes mais propensos a ter uma versão idiopática do aldosteronismo primário do que as mulheres.

Causas e sintomas do aldosteronismo primário (Síndrome de Conn)

As glândulas adrenais produzem aldosterona, mas quando este hormônio é superproduzido, nosso corpo perde potássio e retém o sódio, que mantém a água. Isso resulta em maior volume de sangue e, posteriormente, maior pressão arterial.

As glândulas adrenais podem começar a produzir muita aldosterona quando...

publicidade ;)

... há um crescimento benigno na glândula ou quando a glândula adrenal se torna hiperativa. Em casos raros, o aldosteronismo primário pode ser causado por um crescimento na camada externa da glândula adrenal. A condição também pode ser executada na família - embora isso seja muito raro.

Os sintomas do aldosteronismo primário (síndrome de conn) incluem:

  • Pressão arterial alta moderada a grave
  • Hipertensão resistente - são necessários numerosos medicamentos para baixar a pressão arterial
  • Hipocalemia - hipertensão arterial com baixo teor de potássio

Você deve consultar um médico para o aldosteronismo primário se tiver mais de 45 anos, a hipertensão corre em sua família, você tem pressão arterial alta que começou com menos de 44 anos, você está com excesso de peso, você vive uma vida sedentária, você fuma ou usa tabaco, você consome muito álcool, ou você tem um desequilíbrio alimentar.

Complicações do aldosteronismo primário

As complicações do aldosteronismo primário incluem pressão arterial elevada e baixos níveis de potássio, o que pode resultar em maiores problemas, tais como:

  • Ataque cardíaco
  • Insuficiência cardíaca
  • Hipertrofia ventricular esquerda
  • Acidente vascular encefálico
  • Doença renal ou falha
  • Morte prematura
  • Fraqueza
  • Arritmia cardíaca
  • Cãibras musculares
  • Excesso de sede e micção

Testes para ajudar a diagnosticar aldosteronismo primário

O seu médico tomará amostras de sangue para testar seus níveis de aldosterona e renina, que é uma enzima que seus rins liberam para controlar a pressão arterial. Se os níveis forem elevados, o seu médico executará os testes de confirmação, como testes de carga oral de sal, teste de infusão salina e teste de supressão de fludrocortisona.

Outros testes incluem tomografia computadorizada abdominal (TC) e amostragem de veia adrenal para detectar qualquer tumor perto da glândula adrenal ou comparar amostras de sangue das veias adrenais...

publicidade

...direita e esquerda. As diferenças revelarão hiperatividade na glândula.

Tratamento e prevenção da Síndrome de Conn (aldosteronismo primário)

A causa da síndrome de conn (aldosteronismo primário) vai determinar o tratamento. Uma opção de tratamento é a remoção cirúrgica da glândula adrenal. Este é geralmente o caso quando existe um tumor ou presente de crescimento. A cirurgia pode retornar a tensão arterial de volta ao normal. A medicação bloqueadora de aldosterona também pode ser prescrita se a cirurgia não for uma opção. O risco associado a medicamentos bloqueadores de aldosterona é que a pressão alta pode retornar uma vez que você deixa de tomá-los.

Remédios caseiros para aldosteronismo primário

Mudanças de estilo de vida, também, podem ter um impacto no tratamento do aldosteronismo primário. Uma vez que existem muitos fatores de estilo de vida que podem contribuir para a pressão arterial elevada, é importante participar de hábitos de vida saudáveis. Alguns hábitos de vida eficazes para tratar o aldosteronismo primário incluem:

  • Manter peso saudável
  • Minimizar o consumo de sódio
  • Comer uma dieta equilibrada e saudável
  • Exercício
  • Reduzir o estresse
  • Não fume
  • Limitar o consumo de álcool

Nem sempre é possível evitar o aldosteronismo primário, mas uma boa prática é sempre praticar hábitos de vida saudáveis para reduzir o risco de desenvolver qualquer doença.

Prognóstico do aldosteronismo primário

O prognóstico do aldosteronismo primário está relacionado à hipertensão ou hipocalemia. Se essas condições forem graves, o prognóstico pode ser fatal. Se estas condições são bem controladas, o prognóstico é positivo e uma pessoa pode muito bem desfrutar de uma vida longa.

Uma pessoa com aldosteronismo primário terá que ser monitorada por toda vida, mas isso é um pequeno preço a pagar para evitar complicações.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.