O que é Bulimia Nervosa - Causas, Sintomas, Tratamento
Autor: Dr. Pedro Lemos

O que é Bulimia Nervosa - Causas, Sintomas, Tratamento

Bulimia Nervosa é um transtorno alimentar grave marcado por compulsão, seguido de métodos para evitar o ganho de peso.

publicidade

Bulimia é um tipo de transtorno alimentar.

Pessoas com bulimia vão ingerir de forma compulsória uma grande quantidade de alimentos em um curto espaço de tempo. Então eles vão fazer alguma coisa para se livrar do alimento que foi ingerido compulsoriamente. Eles podem vomitar, fazer exercícios em excesso, usar medicamentos ou laxantes.

As pessoas que têm bulimia podem ter compulsão alimentar, porque lhes proporcionam uma sensação de conforto. Mas comer demais faz sentir-se fora de controle. Depois que eles comem muito, eles sentem vergonha, culpa e medo de ganhar peso. Isto faz com que coloquem para fora tudo que foi ingerido demasiadamente.

Sem tratamento, esse ciclo de "compulsão e purgação" pode levar a sérios problemas de saúde a longo prazo. Ácido na boca por causa do vômito pode causar a cárie dentária, doença gengival e perda de esmalte do dente. Qualquer tipo de purga pode levar à diluição do osso (osteoporose), dano renal, problemas cardíacos, ou até mesmo a morte.

Se você ou alguém que você conhece tem bulimia ou outra desordem alimentar, procure ajuda. Os distúrbios alimentares podem ser perigosos. E força de vontade não é suficiente para superá-los. O tratamento pode ajudar uma pessoa que tem um distúrbio alimentar se sentir melhor e mais saudável.

O que é Bulimia nervosa?

Em pacientes com bulimia nervosa, não é a magreza que chama a atenção. Muitas vezes, são mulheres de corpo escultural, que cuidam do corpo de forma obsessiva. Vivem em dieta. De repente, ingerem uma quantidade absurda de alimentos e depois vomitam para evitar o ganho de peso, tomam laxantes e diuréticos e fazem exercícios físicos até caírem extenuadas.

A diferença básica entre anoréticos e bulímicos é o estado de caquexia (extrema desnutrição) a que podem chegar pacientes com anorexia.

Bulimia Nervosa é um transtorno alimentar psicológico e grave que ameaça a vida, descrito pela ingestão de uma quantidade anormalmente grande de alimentos em um curto período de tempo, seguido por uma tentativa de evitar ganhar peso ao purgar o que foi consumido.

Os métodos de purga incluem vômitos forçados, uso excessivo de laxantes ou diuréticos e períodos extremos ou prolongados de exercício. Muitas vezes,...

publicidade

... nestes episódios de compulsão interna, uma mulher ou homem que sofre deste transtorno experimentará uma perda de controle e se envolverá em esforços frenéticos para desfazer esses sentimentos.

Causas

São as mesmas da anorexia.

Entre elas destacam-se predisposição genética, pressão social e familiar e valorização do corpo magro como ideal máximo de beleza.

Todos os transtornos alimentares são problemas complexos, e os peritos não sabem realmente o que fazer com eles. Mas eles podem ser causadas por uma mistura de história familiar, fatores sociais e traços de personalidade. Você pode ser mais propensos a ter bulimia se:

  • Outras pessoas de sua família são obesos ou têm um distúrbio alimentar.
  • Você tem um emprego ou pratica um esporte que enfatiza o tamanho do corpo, como balé, modelagem, ou ginástica.
  • Você é o tipo de pessoa que tenta ser perfeita o tempo todo, nunca se sente bom o suficiente, ou se preocupa muito.
  • Você está lidando com eventos estressantes, como divórcio, mudando para uma nova cidade ou escola, ou perdeu um ente querido.

Bulimia é mais comum em:

  • Adolescentes; assim como outros distúrbios alimentares, a bulimia geralmente começa na adolescência. Mas pode começar ainda mais cedo ou na idade adulta.
  • Mulheres; cerca de 10 das 11 pessoas que têm bulimia são do sexo feminino. Mas alguns meninos e os homens podem ter também.

Embora a bulimia geralmente começa na adolescência, que geralmente dura até a idade adulta e é uma doença de longa duração.

Sintomas

  • Ingestão exagerada de alimentos em curtos períodos de tempo sem o aumento correspondente do peso corporal;
  • Vômitos auto-induzidos por inversão dos movimentos peristálticos ou colocando o dedo na garganta;
  • Uso de laxantes e diuréticos indiscriminadamente;
  • Dietas severas intermediadas por repentinas perdas de controle que levam à ingestão compulsiva de alimentos;
  • Distúrbios depressivos, de ansiedade, comportamento obsessivo compulsivo, auto-mutilação.

Tratamento

O tratamento da bulimia nervosa exige o acompanhamento de equipe multidisciplinar composta por médicos, psicólogos, nutricionistas. Medicamentos antidepressivos podem ser úteis, especialmente se ocorrerem distúrbios como depressão e ansiedade.

O diagnóstico da doença nem sempre é fácil, porque os sintomas não são evidentes como os da anorexia. Infelizmente, não se conhecem métodos eficazes para prevenir patologias como a bulimia e a anorexia. Seria necessário um empenho...

publicidade

...da sociedade na mudança de certos valores estéticos ligados ao culto do corpo e à magreza.

Como posso saber se alguém tem bulimia?

Bulimia é diferente da anorexia nervosa, outro distúrbio alimentar. As pessoas que têm anorexia come tão pouco que eles se tornam extremamente magros. As pessoas que têm bulimia podem não ser magros. Eles podem ter um tamanho normal. Podem ter compulsão em segredo e negar que eles estão colocando para fora tudo o que comem. Isso torna difícil para os outros para saber que uma pessoa com bulimia tem um problema sério.

Se você estiver preocupado com alguém, procure os seguintes sinais. Uma pessoa pode ter bulimia se ela:

  • Vai para o banheiro logo após as refeições.
  • Come demais, mas não ganha peso.
  • Têm segredo sobre a alimentação, o alimento se esconde, ou não come perto de outras pessoas.
  • Exercícios em excesso, mesmo quando ela não se sente bem.
  • Muitas vezes fala sobre dietas, peso e forma do corpo.
  • Usa laxantes ou diuréticos, muitas vezes.
  • Tem marcas de dentes, ou calos no dorso das mãos e bochechas inchadas ou maxilares. Estas são causadas por provocar o vômito.

Recomendações para familiares e amigos

  • algumas profissões são consideradas de risco para a anorexia. Bailarinas, jóqueis, atletas olímpicos, precisam estar atentos para a pressão que sofrem para reduzir o peso corporal;
  • a faixa etária está menor nos casos de anorexia. A família precisa observar especialmente as meninas que disfarçam o emagrecimento usando roupas largas e soltas no corpo e se recusam a participar das refeições em casa;
  • às vezes, os familiares só se dão conta do que está acontecendo quando, por acaso, surpreendem a paciente com pouca roupa e vêem seu corpo esquelético, transformado em pele e osso. Nesse caso, é urgente procurar atendimento médico especializado; * o ideal de beleza que a sociedade e os meios de comunicação impõem está associado à magreza absoluta. É preciso olhar para esses apelos com espírito critico e bom senso e não se deixar levar pela mensagem enganosa que possam expressar;
  • se o paciente com anorexia estiver correndo risco por causa da caquexia e dos distúrbios psiquiátricos deve ser internado num hospital para tratamento médico.
Sobre o Autor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade