Candida e candidíase no corpo

Candida e candidíase no corpo

Candida é um tipo de fungo que ocorre naturalmente em pequenas quantidades na pele e na boca, os intestinos, e a vagina. O mais comum da espécie de Candida é Candida albicans.

publicidade

Candida é um tipo de fungo que ocorre naturalmente em pequenas quantidades na pele e na boca, os intestinos, e a vagina. O mais comum da espécie de Candida é Candida albicans.

Candida normalmente não causa doença a menos que algum tipo de circunstância faz com que o fungo consiga se multiplicar e a colônia vai crescer. Isto provoca uma infecção que pode requerer tratamento, a fim de obter controle.

Por exemplo, Candida poderia crescer após uma pessoa tomar um curso de antibióticos para uma infecção bacteriana (como para uma infecção do trato urinário ou pneumonia), ou porque o sistema imunológico está deprimido devido à doença, ou como um efeito colateral de alguns medicamentos. O super crescimento da Candida é chamado candidíase.

Felizmente, há muitos tratamentos eficazes para tratar uma infecção por Candida. Em muitos casos, as pessoas que estão em risco de desenvolver este tipo de infecção já estão sob a supervisão de um médico e podem ser observadas de perto para esta complicação. Em algumas situações, o tratamento preventivo pôde ser oferecido a fim impedir que uma infecção fungosa ocorra.

No caso de uma infecção que ocorre inesperadamente, um médico de cuidados primários ou um dermatologista pode fazer o diagnóstico e ajudar a desenvolver um plano...

publicidade

... de tratamento.

Condições causadas por super crescimento de Candida 

Um crescimento excessivo de Candida na boca é chamado de candidíase. O tordo é mais comum em bebês e em pessoas que têm diabetes ou são HIV positivas.

O crescimento excessivo da Candida na vagina geralmente é chamado de uma infecção vaginal do fermento ou um vaginite.

Muitas mulheres experimentam uma infecção por fungos em algum momento durante suas vidas, e candidíase vaginal é mais comum durante a gravidez.

Algumas mulheres acham que depois de tomar um curso de antibióticos para tratar uma infecção simples, uma infecção por fungos pode ocorrer quase diretamente depois.

A candidíase na pele (chamada candidíase cutânea) tende a ocorrer na maioria das vezes em áreas quentes e úmidas, como a virilha (pode ocorrer com uma erupção de fralda em bebês) e os seios.

As unhas também podem ser infectadas (chamado de Paroníquia candidal), tipicamente por causa da exposição crônica à água ou depois de uma manicure ou pedicure que é feito com ferramentas que não são estéreis.

Uma forma mais grave de infecção por Candida na corrente sanguínea ou órgãos internos é candidíase invasiva. Candidíase invasiva é mais rara e tende a ocorrer em pacientes que já estão muito doentes, como aqueles que tiveram um transplante de órgãos...

publicidade

...ou aqueles que estão em unidades de terapia intensiva. Esta forma de candidíase pode ser fatal.

Tratamento

O tratamento da candidíase normalmente inclui medicamentos antifúngicos, ou tomados por via oral ou aplicados topicamente. Alguns dos antifúngicos mais comumente prescritos incluem diflucan (fluconazol) e os echinocandins: Mycamine (micafungina), Cancidas (caspofungina) e Mycamine (micafungina). Se estes tratamentos são ineficazes, ou se a infecção é em todo o corpo, outros tratamentos antifúngicos, como Sporanox (itraconazol) pode ser usado.

Antifúngicos de polieno, incluindo anfotericina B (AmBisome e Amphotec) e nistatina (Nyamyc, pedi-Dri e Nystop) podem ser usados para tratar infecções fúngicas que estão associadas com o HIV.

A medicação azáica Nizoral (cetoconazol) não é prescrita com frequência porque os mais novos ázoles foram encontrados para ser mais tolerável para os pacientes. Mais dois azóis que não são usados muito comumente incluem Vfend (voriconazol) e posanol (posaconazol).

Para infecções fúngicas não complicadas, remédios de venda livre estão disponíveis, mas só deve ser usado com o conselho de um médico, porque estes tratamentos nem sempre podem resolver totalmente a infecção.

Para o prurido de fralda ou outras formas de infecções de pele, manter a área seca e limpa também é útil. A terapia antifúngica a longo prazo pode ser necessária para tratar a candidíase crônica.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.