Papel do Dentista no tratamento oncológico

Papel do Dentista no tratamento oncológico

A maioria dos pacientes precisam de uma avaliação odontológica antes de iniciar o tratamento oncológico. Veja!

publicidade

Dentista e a Oncologia

Você sabia que a grande maioria dos pacientes precisam de uma avaliação odontológica antes de iniciar o tratamento oncológico?

Isto porque o tratamento oncológico pode resultar em uma queda do sistema imunológico facilitando o aparecimento de infecções, e a boca é uma boa porta de entrada de infecções. Além disso pacientes que receberão radioterapia na região de cabeça e pescoço terão sequelas irreversíveis do tratamento que dificultarão tratamentos odontológicos futuros, sendo importante uma avaliação antes do tratamento.

Pacientes que irão se submeter a tratamento quimioterápico devem passar por uma avaliação odontológica antes de iniciar o tratamento com o objetivo de eliminar possíveis focos de infecção, visto que normalmente ocorre uma queda da imunidade com a quimioterapia.

Da mesma forma pacientes que irão ser submetidos ao transplante...

publicidade

... de medula óssea.

Todos os pacientes com câncer na região de cabeça e pescoço necessitam de acompanhamento odontológico antes, durante e após o tratamento.

O câncer na região de cabeça e pescoço na maioria das vezes é tratado com cirurgia e/ou radioterapia e/ou quimioterapia, e em alguns casos com radioterapia e quimioterapia exclusivas.

Todos estes tratamentos apresentam efeitos colaterais na região bucal, tornando o dentista um profissional importante durante o tratamento.

Antes da radioterapia é importante uma avaliação odontológica para avaliar a presença de dentes em mau estado geral, com perdas ósseas, os quais não poderão ser extraídos após o tratamento.

A confecção de placas para aplicação de flúor e orientação dos efeitos colaterais do tratamento também são importantes antes do início do tratamento.

Durante a radioterapia o surgimento de mucosite (lesões...

publicidade

...ulceradas e doloridas) na cavidade oral ocorre em aproximadamente 90% dos pacientes.

A dor associada à mucosite pode ser aliviada com medicações tópicas e a aplicação de laser em sessões diárias. Após a cirurgia e o término do tratamento é importante a reabilitação oral possibilitando que este paciente volte a falar, mastigar e deglutir normalmente além de devolver confiança e auto-estima.

Além disso, um acompanhamento a longo prazo após o tratamento também é importante para evitar cáries de radiação e osteorradionecrose, que são complicações tardias da radioterapia.

Se você é um paciente com câncer ou tem algum familiar ou conhecido com câncer procure um dentista no início do tratamento. Alguns cuidados durante o tratamento podem fazer a diferença na qualidade de vida durante e após o tratamento oncológico.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.