Dor no pescoço - Não tenha mais dor no pescoço
Autor: Dr. Pedro Lemos

Dor no pescoço - Não tenha mais dor no pescoço

Aqui estão quatro maneiras comuns que as pessoas machucam seus pescoços, com técnicas para aliviar essa dor.

publicidade

Um pescoço duro, dolorido ou tenso é uma algema anatômica: você não quer mover (muito menos trabalho), você não está dormindo à vontade e até mesmo amarrar os sapatos pode fazer você querer gritar palavrões coloridos para o mundo ouvir.

Aqui estão quatro maneiras comuns que as pessoas machucam seus pescoços, com técnicas para aliviar essa dor, e evitar que aconteça novamente.

1- Você dormiu de mal jeito

COMO você sabe: Você acorda sentindo que o seu pescoço está dolorido e apertado, como qualquer outro músculo em demasia.

O que aconteceu: Em algum momento durante o seu sono, você torceu em uma posição que não era exatamente com seu travesseiro. Os músculos do pescoço ficarm sobrecarregados, e ficaram assim por um longo tempo. Enquanto a noite passava, esses músculos ficarm desidratado e inflamados, resultando em uma contração dolorosa.

O que fazer: Sentar-se na cama e começar com exercícios de amplitude de movimento suaves. Gire a cabeça para os lados 10 a 15 vezes. Tenha cuidado para não forçar os músculos. Eles já estão contraídos, para que pressioná-los pode irritar ainda mais seu pescoço.

Em seguida, tente algumas auto-massagem usando o polegar e o dedo indicador. Começar na base do seu crânio e apertar suavemente os músculos do pescoço superior, gradualmente trabalhando o seu caminho até o pescoço inferior e, finalmente, os ombros. Massagear os músculos ajudará a aumentar a circulação e aliviar a tensão. 

Como evitar: Coloque seu travesseiro uma a dois polegadas sob seus ombros, para que sua cabeça fique totalmente suportada. Um travesseiro entre as pernas ajudará ainda mais a posição correta da coluna vertebral. Há uma diferença natural entre os joelhos, e quando você deitar, essa lacuna entra em colapso. Colocando um travesseiro nesse espaço, os quadris vão ficar paralelos, que resulta em uma diminuição na tensão e tração nas suas costas.

2- Você tem má postura

COMO você sabe: Você sente uma dor geral no seu pescoço, especialmente no final...

publicidade

... do dia. Ocasionalmente, você pode sentir dormência e formigamento no seu braço. Você também pode desenvolver dores de cabeça ou encontrar-se deslocando o pescoço e para trás para aliviar a dor

O que aconteceu: Andando por aí com ombros arredondados e agrupados e cabeça baixa faz seu pescoço ficar dolorido. Conforme o dia avança, a postura da pessoa gradualmente piora.

Um pescoço preguiçoso resulta em músculos extensores apertados (o que atrás do pescoço) e músculos flexores enfraquecidos (músculos na frente). Também pode causar compressão de disco cervical, que é o que pode originar a dormência e formigamento.

O que fazer: Uma massagem leve ou bolsa de calor para soltar os músculos, mas o melhor tratamento para reviver a dor é sentar e ficar em linha reta. "Parte de trás do pescoço deve ser mais do que a frente", diz Marie, "que ajuda alongar o pescoço."

Como evitar: Boa postura começa do zero. Certifique-se de que seus pés estão firmes no chão, aproximadamente, a largura do ombro deve estar separada e paralela um ao outro. A pélvis deve ser um pouco inclinada com músculos abdominais inferiores ativados.

3- Você tensionou durante o treino

COMO você sabe: Você sente a tensão no meio de algum tipo de movimento de elevação; a dor pode durar por vários dias, até semanas.

O que aconteceu: Você pode ter se estendido os músculos do pescoço passado sua amplitude típica de movimento, criando assim as lágrimas nos músculos que causam dor.

O que fazer: O gelo a área por 15 minutos tentar reduzir a inflamação. Após o primeiro dia de dor e a inflamação inicial, um pacote quente pode ajudar a relaxar os músculos tensos e dolorosos. Você pode começar com aongamentos orientados e suaves. É importante esticar os músculos porque quando começarem a estabelecer novas fibras para curar a estirpe. Para alongar, dobre sua orelha direita em direção de seu ombro direito.

Coloque sua mão direita sobre a cabeça e...

publicidade

...dar ligeira pressão para baixo. Segure por 30 segundos. Repita no lado oposto. Para esticar sua escápula levator, começa, apontando o queixo em um ângulo de 45 graus em direção da sua axila. Coloque a mão na parte de trás da cabeça e aplique uma pressão suave. Aguarde 30 segundos e repita no sentido oposto.

Como evitar: Sempre que você levantar algo na cabeça, estar ciente da posição do seu pescoço. Em vez de estender o pescoço, é indicado dobrar seu queixo como se você estava tentando entregar um queixo duplo. O item que você está levantando deve permanecer confortável até seu corpo, e você nunca deve torcer a cabeça, mas usar seu corpo inteiro.

4- Você está estressado

COMO você sabe: Neste momento você precisa respirar em um saco de papel.

O que aconteceu: Atividades no trabalho e em casa começam a se acumular, e pode então aparecer um aperto no seu pescoço. O grande problema com dor no pescoço? Quanto mais dói, mais nós de tensão aparecem até causar um ciclo vicioso de desconforto agravante.

O que fazer: Tente o gelo e massagem estratégias já descritas. E treinar para reforçar seus flexores profundos do pescoço e esticar os extensores do pescoço. Em tempo, com a quantidade certa de repouso e esforço, uma pessoa pode recuperar o equilíbrio adequado

Como evitar: Incorporar alongamento e fortalecimento exercícios ao longo de suas atividades diárias normais. Há uma maneira: em uma superfície firme e plana, deitar de costas, sem um travesseiro sob a cabeça. Delicadamente, achatar a curva do seu pescoço na superfície e dobrar ligeiramente o queixo. Aguarde 30 segundos e repetir cinco vezes.

Uma vez que este exercício se tornou fácil para você, você pode progredir, mantendo sua cabeça nessa mesma posição e então levantando ligeiramente fora do tapete, certificando-se de que sua cabeça não vai dobrar ou seu queixo se projetar para a frente. Aguarde 30 segundos e repetir cinco vezes.

Sobre o Autor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade