Dores musculares, fadiga e falta de ar
Autor:

Dores musculares, fadiga e falta de ar

Dores musculares, fadiga e falta de ar são três sintomas que muitas vezes se apresentam simultaneamente e são comuns a uma variedade de distúrbios ou doenças.

Dores musculares, fadiga e falta de ar são três sintomas que muitas vezes se apresentam simultaneamente e são comuns a uma variedade de distúrbios ou doenças.

A gripe sazonal é a causa mais comum dessa tríade de sintomas, mas a raiz do problema também pode ser uma condição mais grave, como bronquite, pneumonia ou outra infecção viral ou bacteriana.

Causas de dores musculares, fadiga e falta de ar

Gripe Sazonal

A gripe é causada por um vírus que é transmitido através de gotículas de muco ou saliva, e é tipicamente transmitida por espirro ou tosse perto de outra pessoa.

A gripe é tipicamente acompanhada por uma febre, que faz com que os músculos do corpo sintam dor. A tentativa do corpo de combater a infecção contribui para a sensação de fadiga e mal-estar e também contribui para a falta de ar.

Os sintomas associados à gripe normalmente começam a aliviar em apenas alguns dias. Se os sintomas não começarem a diminuir, ou se você sentir vômitos persistentes e diarreia, não deixe de visitar seu médico para evitar possíveis complicações graves associadas à gripe.

Bronquite

A bronquite aguda é tipicamente causada por uma infecção viral, enquanto a bronquite crônica pode ser provocada pelo tabagismo ou pela inalação repetida de poluentes no...

... ar.

Ambos os tipos de bronquite envolvem inflamação das vias aéreas brônquicas dos pulmões, o que contribui para a falta de ar.

Assim como a gripe, a bronquite também pode ser acompanhada de febre, que pode causar dores musculares e fadiga.

Enquanto a bronquite normalmente se resolve por conta própria sem intervenção médica, você deve ver o seu médico se você sentir tosse severa ou uma febre que dure mais de três dias.

Pneumonia

Pneumonia é uma condição médica grave que envolve inflamação do tecido dos pulmões, tornando difícil para o seu corpo inalar oxigênio e exalar dióxido de carbono efetivamente.

Existem muitos tipos de pneumonia, e é mais comumente causada por uma infecção bacteriana. É possível, no entanto, que certos vírus, fungos ou parasitas também produzam pneumonia.

É importante fazer uma visita ao seu médico se você suspeitar de pneumonia, porque ele provavelmente precisará tratar a infecção com algum tipo de antibiótico ou medicação antiviral.

Outras causas de dores musculares, fadiga e falta de ar

Embora a combinação de dores musculares, fadiga e falta de ar nem sempre indique problemas sérios, é importante procurar o seu médico para descartar uma causa mais ameaçadora de vida.

Condições como síndrome de Guillain-Barre, poliomielite e lúpus também podem produzir os mesmos três sintomas.

Reações a certos...

publicidade

...medicamentos, especialmente inibidores de ACE ou estatinas que reduzem o colesterol, também podem trazer sentimentos de dores musculares, fadiga e falta de ar.

A súbita falta de ar pode indicar uma embolia pulmonar, quando um coágulo sanguíneo se forma nas veias profundas do corpo (geralmente nas pernas), viaja para os pulmões e fica alojado nos vasos sanguíneos do pulmão.

Suspeita de embolia se você viajou recentemente, passou por cirurgia ou ficou imóvel, e/ou sua falta de ar é acompanhada de dor no peito e tosse de sangue.

Se você se encontrar ofegante depois de subir duas ou três escadas ou se cansar mais cedo do que costumava, os médicos vão querer descartar doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), especialmente se for acompanhada de tosse e fadiga e você tiver um histórico de tabagismo.

Ritmo cardíaco irregular, insuficiência cardíaca congestiva e outros tipos de doença cardíaca são possibilidades adicionais. Quando os órgãos não estão recebendo oxigênio suficiente, falta de ar pode resultar. Consulte um médico imediatamente.

O que mais pode ser: Falta de ar pode ocorrer com asma, bronquite ou pneumonia. Você também pode sentir falta de ar, às vezes com palpitações cardíacas, se estiver sob extrema angústia emocional ou ansiedade. Independentemente disso, os pacientes devem ir ao médico. 

Sobre o Autor
Dr. Pedro Lemos - Médico Generalista escritor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade