Cirurgia Plástica - Como funciona e os procedimentos

Cirurgia Plástica - Como funciona e os procedimentos

Conheça mais sobre a Cirurgia Plástica com esta entrevista que aborda todos o temas relacionados a Cirurgia Plástica. Veja Mais!

publicidade

1- Como deve ser feito o planejamento para uma Cirurgia Plástica? Qual a idade recomendada?

A Cirurgia Plástica tem exercido um papel cada vez mais importante na sociedade moderna. Com a evolução da especialidade, através do refinamento das técnicas e apurado aperfeiçoamento dos cirurgiões, proporciona uma melhor qualidade de vida a pacientes portadores dos vários tipos de deformidades existentes, reintegrando-os ao seu grupo social e restituindo-lhes a auto-estima.

Uma forma física mais harmoniosa, através de uma dieta saudável e atividades físicas equilibradas, é uma constante na vida moderna. Foi justamente essa busca que favoreceu o surgimento das diversas áreas ligadas ao bem-estar e à forma física.

Uma cirurgia estética pode ser uma das maiores e mais positivas experiências na vida dos pacientes que nos procuram. No entanto, não substitui uma vida saudável, boa alimentação, dieta, prática de exercícios e boas decisões. Serve com objetivo de maximizar resultados de uma vida saudável. Diante do planejamento e decisão dessa importância, além de levarmos em consideração ao que foi dito, exige-se uma introspecção de forma a explorar os interesses e compreender as motivações. Tomada a decisão devemos nos alicerçar em 3 (três) pilares primordiais diante da escolha do Cirurgião:

  • Formação do profissional: verificar se o mesmo possui reconhecimento pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;
  • Quantidade e qualidade da informação fornecida para o procedimento em questão;
  • Confiança/empatia: boa relação médico-paciente.

Se levarmos tudo isso em consideração e acrescentarmos um bom pré-operatório (anamnese e exames oportunos) teremos um planejamento adequado, minimizando os riscos cirúrgicos.

Atualmente, pessoas de idades variadas, profissões e classes sociais distintas estão investindo em cirurgias plásticas. Obviamente, se levarmos em consideração as particularidades de cada procedimento, podemos citar :

  • Rinoplastia (Plástica do Nariz): a partir dos 16 anos, quando as estruturas ósseas e cartilaginosas do nariz e face estão plenamente desenvolvidas.
  • Otoplastia (Plástica das Orelhas): em criança é recomendada por volta dos 4 a 6 anos de idade, quando cerca de 90% do crescimento final da orelha estará completo.
  • Mamoplastia Redutora (Redução da Mama), Matopexia (Levantar as Mamas) e Implantes Mamários: o ideal é aguardar até por volta dos 18 anos, quando a glândula mamária já está totalmente desenvolvida.
  • Lipoaspiração (para fins estéticos) e Plástica Abdominal: idealmente com a maioridade.

2- Quais são as Cirurgias Plásticas mais procuradas na clínica do Sr?

Atualmente estamos com uma concentração maior de casos envolvendo Mamoplastia de Aumento com Inclusão de Próteses (Implantes Mamários), Lipoaspiração e Lipoabdominoplastia (Plástica Abdominal associada a Lipoaspiração). Obviamente que dispomos de números consideráveis de Rinoplastias, Otoplastias, Ritidoplastias, Lifting de braços e coxas, Mamoplastias Redutoras, etc.

3- Qual a diferença entre lipoaspiração e lipoescultara?

A lipoaspiração...

publicidade

... tem como propósito a remoção de depósitos de gordura que tendem a se acumular em determinadas regiões como quadris, culotes, coxas, abdome, costas, joelhos e pescoço. São as chamadas 'gorduras localizadas', que não respondem a programas de dietas e exercícos.

Denominamos lipoescultura (técnica de esculpir o corpo) o procedimento que combina a lipoaspiração com a LIPOENXERTIA (enxerto da gordura obtida primariamente com a Lipoaspiração). Dessa forma conseguimos retirar gordura dos depósitos indesejáveis e, após centrifugação/ filtro/ limpeza, injetar a mesma melhorando contorno de áreas com depressões ou falta de tecidos (exemplo mais praticado: aumento da região glútea).

É fundamental salientar que, ao contrário do que muitos pensam, a lipoaspiraçao/lipoescultura não é feita para emagrecer, mas para remodelar o corpo, retirando gordura localizada e, assim, harmonizar o contorno corporal. Portanto, os pacientes candidatos ao procedimento, devem estar próximos ao seu peso ideal.

4- O que deve ser feito com cicatrizes de cesárea? Qual o procedimento indicado neste caso?

Cicatrizes de cesarianas que naõ exibem processo patológico (hipertrofia ou cicatriz queloidena) ou inestético (sem estética, fora dos padrões aceitáveis de beleza), não necessitam de procedimento algum para o seu reparo. Seria importante salientar que cicatrizes, de uma forma geral, não são REMOVIDAS e sim, REPARADAS / REVISADAS / RETOCADAS pois, uma vez lesada a derme (camada da pele) a marca será permanente.

Se levarmos em consideração os processos patológicos, temos que identificar os fatores locais que levaram a formação da mesma e o tempo decorrido entre o procedimento e o aparecimento da cicatriz. A partir desse diagnóstico, podemos sugerir: compressões com peças de vestuário, malhas compressivas e/ou placas de silicone, betaterapia (radioterapia local), aplicação tópica ou intralesional de corticóide, criocirurgia, laser, ressecção cirúrgica ou combinação de duas ou mais técnicas.

5- Prótese de mama e prótese de bumbum, na opinião do Sr isso é moda ou necessidade? No caso de necessidade, quais seriam as situações mais comuns?

Na minha opnião podemos nos valer dos dois conceitos pois, existem pacientes com deformidades congênitas (que surgem desde o período gestacional) e/ou adquiridas que nos remetem ao sentido de necessidade. Por outro lado, temos que considerar o fato de vivermos em um país tropical, onde a tendência e o conceito de beleza são renovados através das gerações e, por isso, nos tendenciando a moda e sua procura incessante pela beleza.

A Gluteoplastia de Aumento (Prótese de Glúteo) está indicada para pacientes com nádegas pequenas, com redução de volume após grande perda ponderal (sem flacidez) e correção de deformidades locais variadas. Dentro desse conjunto de indicações, os pacientes que caracteristicamente...

publicidade

...podem apresentar necessidade seriam os com perda ponderal acentuada e portadores de deformidades locais.

A Mamoplastia de Aumento com Inclusão de Implantes Mamários (Prótese de Mama) está indicada para mulheres portadoras de hipomastia (tamanho reduzido das mamas), com perda ponderal ou pós gestacional com alteração de forma e tamanho das mesmas, portadoras de assimetrias mamárias (mamas diferentes em forma e tamanho), candidatas à reconstrução mamária e/ou portadoras de deformidades congênitas. Nesse contexto, a necessidade se voltaria para os três últimos casos expostos.

6- Qual deve ser a abordagem de um Cirurgião Plástico com o paciente?

O Cirurgião Plástico deve ser sincero, interessado, amigável, competente, organizado, atencioso, comunicativo, perfeccionista e, acima de tudo, deve saber escutar o que o paciente tem a dizer.

Durante a consulta deve-se abordar detalhadamente cada procedimento, suas alternativas, riscos e limitações. Explicar claramente que o procedimento proposto pode ou não melhorar a aparência, bem como o quanto esperar de melhora. Se valer de termos compreensíveis para eclarecer as dúvidas de forma plena. Deixar o paciente tranquilo e confortável para expôr suas preocupações. E finalmente, descrever a recuperação em detalhes.

7- O que é Botox ? E quando é indicado?

A Toxina Botulínica do Tipo A (Botox®) é uma substância líquida obtida a partir da produção pela bactéria Clostridium botulinium do tipo A. Sua atuação impede a contração dos músculos faciais através do bloqueio da placa neuro-muscular. É usada normamelmente para melhorar as rugas da testa, sulcos entre as sobrancelhas e "pés-de-galinha". No entanto podemos destacar seu uso em casos como torcicolo, estrabismo, hiperidrose, hipertrofia do masseter, paralisias, etc.. Seu efeito começa a ser observado nas primeiras 48 hs e aumenta gradativamente nos 10 a 15 dias depois da aplicação, estabilizando-se. Seu retoque é feito de 4 a 6 meses.

8- Quais os riscos de um peeling a laser? Qual profissional pode efetuar esse procedimento?

Em Cirurgia Plástica, o laser pode ser aplicado como peeling superficial na remoção de sardas, manchas e melanose, rugas finas, além de pequenos vasos na região do nariz, pescoço e colo. Sua aplicação profunda pode auxuliar na remoção de tatuagens e pêlos.

Os riscos envolvendo o peeling a laser estão relacionados ao tipo de laser, sua profundidade e o tipo de pele envolvidos. Podemos citar as alterações de pigmentação da pele (principalmente em pacientes de pele mais morena, pela alta concentração de melanina), queimaduras, cicatrizes (lesão da derme) e propensão ao aparecimento de infecções locais (perda da camada protetora e diminuição da imunidade local).

O médico habilitado deve ser um cirurgião plástico ou dermatologista, credenciado pelas associações pertinentes.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.