Remédio para tratar Mioma | Esmya (acetato de ulipristal)

Remédio para tratar Mioma | Esmya (acetato de ulipristal)

Esmya é indicado para tratar os sintomas causados pelos miomas uterinos, que deve ser tomado sob indicação do médico.

publicidade

Medicamento para tratamento de Mioma

Esmya (acetato de ulipristal) é um medicamento que serve para tratar os sintomas causados pelos miomas uterinos, como sangramentos menstruais ou dor e desconforto na barriga.

Este remédio atua no organismo modificando a atividade da Progesterona, um hormônio sexual feminino que é produzido naturalmente pelo corpo.

Deste modo, Esmya ajuda a reduzir o tamanho dos miomas, assim como consegue parar ou reduzir os sangramentos que geralmente ocorrem.

Além disso este medicamento também pode ser usado na preparação para cirurgia para retirada do mioma.

Como tomar a medicação

Geralmente a posologia indicada é tomar 1 comprimido de 5 mg por dia,...

publicidade

... para períodos de tratamento até 3 meses cada e o tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível durante o segundo período menstrual após a conclusão do tratamento anterior.

Esmya ajuda no tratamento do Mioma Uterino

Efeitos colaterais do Esmya

Quais os efeitos e problemas que o remédio pode me causar.

Alguns dos efeitos colaterais de Esmya podem incluir:

  • diminuição ou ausência do período menstrual,
  • espessamento do revestimento do útero,
  • dor de cabeça,
  • vertigem,
  • dor de estômago,
  • náusea,
  • acne,
  • dor muscular,
  • cansaço,
  • aumento de peso,
  • cisto no ovário,
  • dor ou sensibilidade na mama ou dor abdominal.

Contraindicações do Remédio no tratamento de Mioma

Quando não devo utilizar o...

publicidade

...remédio.

O remédio Esmya está contraindicado para grávidas e mulheres amamentando, pacientes com:

  • sangramentos vaginais que não são causados por miomas uterinos,
  • câncer do útero,
  • colo do útero,
  • ovários ou mama
  • e para pacientes com alergia ao acetato de Ulipristal ou a algum dos componentes da fórmula.

Recomendação da Agência Européia do Medicamento sobre o Esmya

No ano de 2018 a Agência atravees do seu comitê finalizou os estudos relacionado com a segurança da medicacão Esmya e indica que o medicamento não deve ser utillizado por mulheres com problemas hepáticos.

Neste caso, principalmente, se os níveis de enzimas hepáticas estiverem acima do dobro do limite normal.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.