Estresse Crônico é um mal silencioso de fim de ano

Estresse Crônico é um mal silencioso de fim de ano

Descubra qual a relação do Estresse Crônico com a proximidade do final de ano.

publicidade
publicidade
Estilo de Vida

O mês de dezembro é aquele em que se concentra a maior correria de todo o ano.

Pessoas felizes, mais tranquilas, época em que todos parecem ser mais companheiros e altruístas.

Sacolinhas de natal, cartas do Papai Noel dos Correios e adoção de crianças institucionalizadas parecem ser o mote e a necessidade de todo o brasileiro no final de ano.

Entretanto, é a época do ano em que o estresse mais se manifesta nas pessoas.

O trânsito (ao menos, na capital de São Paulo) fica pior, as lojas lotadas, vendedores disputando clientes, pacientes que necessitam de ajuda médica começam a ficar sem atendimento porque a maioria dos médicos começam suas férias após o 15 de dezembro, discussões conjugais para definir aonde...

publicidade ;)

... e com quem se passará as festas natalinas e ano-novo dentre outras.

Porém, quero chamar a atenção para esse estresse que parece ser mais evidente por tantas demandas da qual discorri, mas pode ser sinal grave de uma doença mental que é o estresse crônico presente em muitas pessoas e que não se dão contam e aparece "maquiado" diante do corre-corre diário e habitual.

O estresse crônico é classificado em 4 graus:

  1. Alerta: a pessoa enfrenta um momento de desafio e o organismo se prepara para fazer frente à situação gerando energia extra. Sinais: taquicardia, tensão muscular, boca seca, nó no estômago e mãos frias e suadas.
  2. Resistência: o organismo tenta reagir à tensão utilizando energias de reserva que o corpo...

    publicidade

    ...possui. Quanto mais eventos estressores, mais difícil fica para o corpo e a mente resistirem. Sinais: sensação de desgaste generalizado e dificuldade de memória e esquecimentos.

  3. Pré-exaustão: o organismo não resista mais ao excesso de tensão e passa a ceder, gerando sintomas psicológicos e físicos que podem evoluir para doenças. Sinais: gastrites, problemas de pele (ruborização e dermatite são mais comuns nesses casos) e problemas de pressão.
  4. Exaustão: a pessoa se desgasta física e emocionalmente e tem dificuldade em lidar com qualquer situação em que é preciso pensar sobre tensão ou em pouco prazo. Sinais: esgotamento físico, esgotamento psicológico, falta de energia e concentração, incapacidade de trabalhar, depressão e falta de vontade para participar de atividades usuais.
publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.