Gestão da Fibromialgia no Calor e Umidade
Autor:

Gestão da Fibromialgia no Calor e Umidade

Alguns pacientes com fibromialgia sabem que podem esperar um aumento nos sintomas da fibromialgia por calor e alta umidade; outros agonizam durante os meses de tempo frio.

Para muitas pessoas com fibromialgia, o calor só piora seus sintomas. Felizmente, algumas estratégias simples podem mantê-lo calmo.

O verão está a todo vapor, e o termômetro está subindo. Mas enquanto muitas pessoas esperam por temperaturas mais quentes, aqueles com fibromialgia podem enfrentar a virada das estações com uma sensação de pavor.

Alguns pacientes com fibromialgia sabem que podem esperar um aumento nos sintomas da fibromialgia por calor e alta umidade; outros agonizam durante os meses de tempo frio. Um estudo português descobriu que 70% dos pacientes com várias condições reumáticas, incluindo a fibromialgia, sentiram que as mudanças climáticas tinham influência em suas dores.

"Muitos estudos mostraram que os pacientes têm sensibilidade à dor com ambos os extremos de temperatura", diz Lynne Matallana, fundadora e presidente da Associação Nacional de Fibromialgia. "Conheço pessoas que fizeram as malas e mudaram com suas famílias porque achavam que outra parte do país seria mais confortável para elas. Pode ser tão intenso.

Por que a temperatura afeta a fibromialgia

Pesquisas descobriram que pessoas com fibromialgia expostas a temperaturas quentes relatam aumentos em:

  • Dor muscular
  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Ansiedade
  • Depressão

Outros pacientes com fibromialgia relataram sentir esses sintomas em tempo frio. "Qualquer tipo de mudança climática extrema pode fazer a diferença", diz Matallana. "Nossos corpos não parecem ser capazes de se adaptar tão bem quanto os de pessoas saudáveis."

Curiosamente, pessoas com fibromialgia que relatam sensibilidade a uma temperatura...

... extrema muitas vezes não têm problema com o outro extremo. "A maioria dos pacientes acha que se saem melhor em um dos extremos ou outro", diz Matallana. Pessoas que sofrem em lugares quentes muitas vezes prosperam em lugares frios, e vice-versa.

Os médicos especialistas não sabem exatamente por que o calor tem um efeito tão prejudicial em alguns pacientes com fibromialgia. Estudos, no entanto, forneceram algumas pistas:

  • Problemas para regular o calor corporal. Pesquisas descobriram que pessoas com fibromialgia têm dificuldade em se habituar a mudanças de temperatura. O calor pode incomodar as pessoas com fibromialgia porque elas não transpiram tão facilmente quanto as outras. "Como há um fluxo sanguíneo limitado na pele, há menos capacidade de suar", diz Matallana. À medida que o calor corporal aumenta, os pacientes com fibromialgia sofrem febres e dores musculares, e também são mais propensos a ter erupções cutâneas e insolação.
  • Desidratação. Pacientes com fibromialgia ficam desidratados facilmente, o que pode levar a dores de cabeça, dor e fadiga.
  • Insônia. A falta de sono muitas vezes pode piorar os sintomas da fibromialgia, e noites quentes e agitadas dificultam o sono. "Muitas vezes as pessoas acabam tentando usar ar condicionado ou ventiladores, e esses aparelhos também atrapalham o sono", disse Matallana.

A alta umidade parece exacerbar esses sintomas, possivelmente porque faz com que o calor se sinta ainda mais opressivo. Pacientes com sensibilidade...

publicidade

...ao frio também relatam sentir-se piores em condições úmidas e pegajosas.

Estratégias de enfrentamento do tempo quente

Quando o tempo fica quente, pacientes com fibromialgia com sensibilidade térmica precisam prestar muita atenção em seus corpos. Para se proteger, você deve:

  • Mantenha-se hidratado. Certifique-se de beber muita água, e não espere até que você esteja com sede antes de beber. A desidratação pode preceder a sede real. Leve uma garrafa de água ao redor e beba com frequência. Evite beber álcool, pois pode fazer com que você perca fluidos corporais. Não beba líquidos que estão excessivamente frios, pois podem causar cólicas.
  • Fique calmo. Use ar condicionado para manter sua casa fria. Se você não tem ar condicionado, faça uma pausa do calor em um shopping ou cinema com ar-condicionado. Tome banhos ou banhos legais, ou vá nadar. Usar um pacote frio pode ajudá-lo a esfriar e aliviar a dor muscular. Panos frescos e úmidos no pescoço ou cubos de gelo enfiados em seus pulsos podem aliviar os efeitos do calor, também.
  • Fique confortável. Use roupas leves, confortáveis e soltas que respirem. Escolha cores ou brancos brilhantes; cores escuras absorvem calor.

Flutuações na temperatura podem fazer sua fibromialgia se sentir pior. Mas uma vez que você sabe que extremo incomoda mais, você pode planejar com antecedência e passar um tempo dentro de casa onde você pode controlar melhor as condições.

Sobre o Autor
Dr. Pedro Lemos - Médico Generalista escritor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade