Mel para alergias

Mel para alergias

Algumas pessoas sugeriram que o consumo de mel pode estar associado a uma redução do risco de alergias.

publicidade
publicidade
Sintomas e Doenças

Mel é uma das nossas mais antigas substâncias medicamentosas. Longe de ser um mero natural — e delicioso — adoçante, mel foi premiado por sua utilidade como um remédio popular para milhares de anos. Ele tem sido usado tradicionalmente para auxiliar na cura de tudo, de feridas abertas para dor de garganta.

Nos últimos anos, os cientistas descobriram que o mel possui algumas propriedades legitimamente intrigantes. Proteínas secretadas pelas abelhas, por exemplo, são misturadas com o néctar de flor que as abelhas usam para produzir mel, e a ciência descobriu recentemente que uma destas proteínas, chamado "abelha defensina-1" tem propriedades antibacterianas, antifúngicas e...

publicidade ;)

... antivirais significativas.

Dependendo das flores visitadas durante a coleta de néctar, mel também pode conter um amplo mix de produtos químicos da planta, chamados coletivamente de fitoquímicos, incluindo antioxidantes, flavonóides e compostos fenólicos.

Alguns destes compostos complexos também são acreditados para jogar um papel nos benefícios de saúde potenciais do mel.

Algumas pessoas sugeriram que o consumo de mel pode estar associado a uma redução do risco de alergias, especialmente quando o mel proveniente de abelhas locais, que presumivelmente visitam muitas das plantas envolvidas em provocar os sintomas de uma alergia.

De acordo com essa crença popular, exposição a mel local funciona um pouco como uma...

publicidade

...vacina contra alérgenos locais, expondo as pessoas para o pólen que normalmente provoca uma resposta alérgica.

Talvez uma melhor comparação seria a terapia de dessensibilização; um tratamento de alergia estabelecida em que pacientes rotineiramente são expostos a doses extremamente diluídas (mas crescentes) de ofender alérgenos.

Esta terapia a longo prazo, destinada a reduzir a resposta alérgica do paciente para dado alérgenos, baseia-se gradualmente familiarizar o sistema imunológico do paciente com as proteínas do agente causador da alergia, na esperança de que o sistema imunológico irá eventualmente parar de exagerar com a sua presença. Em alguns — mas não é tudo — casos, funciona.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.