Neuropatia Diabética | Lesão dos Nervos na Diabetes

Neuropatia Diabética | Lesão dos Nervos na Diabetes

Neuropatia Diabética causa lesão nos nervos em portadores de Diabetes. Neuropatia Diabética pode ser: Difusa, Autonômica, Local.

publicidade

O dano no nervo do diabetes é chamado de neuropatia diabética. Cerca de metade das pessoas com diabetes tem algum tipo de dano nos nervos. É mais comum em pessoas que tiveram a doença por vários anos e pode levar a muitos tipos de problemas.

Se você mantiver seus níveis de glicose no sangue no alvo, você pode ajudar a prevenir ou retardar os danos aos nervos. Se você já tiver danos nos nervos, isso ajudará a evitar ou atrasar mais danos. Existem também outros tratamentos que podem ajudar.

O que é Neuropatia Diabética?

A neuropatia diabética é um tipo de dano do nervo que pode ocorrer se você tem diabetes.

Açúcar elevado no sangue pode lesar as fibras nervosas em todo o seu corpo, mas na maioria das vezes neuropatia diabética danifica os nervos em suas pernas e pés.

Dependendo dos nervos afetados, os sintomas da neuropatia diabética podem variar de dor e dormência nas extremidades para problemas com seu sistema digestivo, do trato urinário, os vasos sanguíneos e o coração.

Para algumas pessoas, esses sintomas são leves, para outros, a neuropatia diabética pode ser dolorosa, incapacitante e até mesmo fatal.

A neuropatia diabética é uma complicação comum grave de diabetes. No entanto, muitas vezes você pode prevenir a neuropatia diabética ou retardar o seu progresso com controle rigoroso de açúcar no sangue e um estilo de vida saudável.

Existem alguns tipos principais de neuropatia diabética. Você pode ter apenas um tipo ou sintomas de vários tipos. A maioria se desenvolvem gradualmente, e você não pode detectar problemas até ocorrer danos consideráveis.

  • Neuropatia Diabética Difusa
  • Neuropatia Diabética Autonômica
  • Neuropatia Diabética Local

Neuropatia Diabética: Sintomas

Sintomas da neuropatia diabética

A maioria das pessoas com neuropatia diabética não tem consciência de que tem danos nos nervos, até ser detectada em exames de rotina pelo seu médico.

Os sintomas típicos variam de pessoa para pessoa, mas podem incluir um ou mais entorpecimentos, formigamentos, formigamento, desconforto ou fraqueza, que geralmente começam nos dois pés e se espalham simetricamente...

publicidade

... pelas pernas (como meias).

Cerca de metade das pessoas com neuropatia diabética apresentam dor significativa nos pés e aumento da sensibilidade a estímulos dolorosos (conhecida como dor neuropática ou neuropatia dolorosa). A dor neuropática é frequentemente pior à noite e pode prejudicar seriamente os padrões de sono.

Esses sintomas podem ter um efeito importante na saúde e bem-estar porque:

  • problemas de equilíbrio aumentam o risco de quedas
  • fraqueza leva a deformidades nos pés, como garras ou dedos de martelo, e joanetes
  • dormência significa que os danos nos pés podem passar despercebidos.

Juntos, estes podem levar à formação de uma úlcera no pé

Os sinais e sintomas da neuropatia diabética variam, dependendo do tipo de neuropatia e nervos que são afetados.

Causas da neuropatia diabética

Níveis elevados de glicose e lipídios (gordura) no sangue, e os subprodutos tóxicos que eles geram através de seu metabolismo, são considerados as principais causas de neuropatia associada ao diabetes. No entanto, um bom controle da glicose em pessoas com diabetes tipo 1 pode reduzir a neuropatia em 60%.

Os benefícios do bom controle da glicose em pessoas com diabetes tipo 2 são mais modestos. A melhoria dos níveis lipídicos também pode reduzir a incidência de danos nos nervos em pessoas com diabetes tipo 2.

Fatores de risco para neuropatia diabética

Quanto mais tempo a pessoa tem diabetes e pior o controle do diabetes, maior a probabilidade de desenvolver neuropatia diabética.

As pessoas que apresentam complicações da diabetes em outras partes do corpo (como nos rins, coração ou olhos) também têm maior probabilidade de desenvolver ou desenvolver neuropatia, pois os mesmos fatores que causam esses problemas também contribuem para a neuropatia. Tabagismo, hipertensão arterial e excesso de peso também aumentam a probabilidade de que pessoas com diabetes sofram danos nos nervos.

Diagnóstico de neuropatia diabética

O diagnóstico de neuropatia diabética pode incluir:

  • ter um histórico médico para sintomas típicos de neuropatia
  • verificar seus pés e pernas para respostas a estímulos como temperatura, toque leve, dor, movimento e vibração
  • verificar os reflexos em seus tornozelos e...

    publicidade

    ...joelhos

  • testes para excluir outras possíveis causas de neuropatia (como baixos níveis de vitamina B1 ou tiamina).

Tratamento para neuropatia diabética

Nervos danificados não podem ser reparados. No entanto, o risco de complicações adicionais nos pés pode ser reduzido por:

  • Vigilância - inspeção regular dos pés em busca de sinais precoces de problemas ou possíveis áreas problemáticas (como, por exemplo, rupturas na pele, sinais de infecção ou deformidade
  • Obter ajuda ao primeiro sinal de problema - o tratamento precoce das úlceras do pé dá a melhor chance de que elas curem
  • Boa higiene dos pés e das unhas
  • Escolher meias e calçados apropriados e devidamente ajustados à forma do seu pé evitando atividades que possam ferir os pés.
  • Verifique sapatos para pedras, paus e outros objetos estranhos que podem machucar seus pés toda vez antes de calçar seus sapatos. 

O encaminhamento a um podólogo pode ser apropriado para avaliação e manejo preventivo contínuo de complicações nos pés.

Neuropatia Diabética Difusa

A Neuropatia Diabética Difusa pode atingir pernas, pés, braços e mãos.

Podem gerar insensibilidade e adormecimento, caimbras, dores e sensibilidade na região.

Neuropatia Diabética Autonômica

A Neuropatia Diabética Autonômica é uma outra apresentação da Neuropatia Diabética Difusa, onde o seu princípio de diferenciação é que ataca os nervos relacionados aos órgãos internos e coração, afetando todo o funcionamento do corpo, como por exemplo: digestão, todo o sistema cardiovascular, micção, glândulas de suor e resposta sexual.

Neuropatia autonômica

Os nervos autonômicos, que regulam o funcionamento de órgãos e glândulas sem nosso esforço consciente, também podem ser danificados pelo diabetes. Isso é chamado de neuropatia autonômica e pode causar uma série de problemas, incluindo:

  • Esvaziamento lento do estômago levando a náuseas, azia ou dor
  • Prisão de ventre
  • Problemas de bexiga
  • Dificuldade em alcançar e / ou manter uma ereção
  • Dificuldade com o controle da pressão arterial
  • Batimento cardíaco irregular (conhecido como "arritmia").

Neuropatia Diabética Local

A Neuropatia Diabética Local ataca nervos específicos e ocorre com mais fraquência em indivíduos com idade mais avancada.

Alguns dos órgãos que podem sofre com a Neuropatia Diabética Local são:

  • olhos,
  • coxa,
  • pélvis,
  • ouvido,
  • músculos faciais.
publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.