Pé isquêmico

Pé isquêmico

O termo pé isquêmico refere-se à falta de fluxo sanguíneo adequado do coração ao pé. Há uma grande variedade de possíveis causas de circulação arterial fraca no pé.

publicidade
publicidade
Sintomas e Doenças

O pé isquêmico

O termo "pé isquêmico" refere-se à falta de fluxo sanguíneo adequado do coração ao pé. Há uma grande variedade de possíveis causas de circulação arterial fraca no pé, incluindo bloqueio arterial de depósitos de colesterol, coágulos de sangue arterial, espasmo arterial ou lesão arterial.

O pé isquêmico também é chamado de insuficiência arterial, o que significa que não há sangue suficiente para chegar ao pé para fornecer as necessidades de oxigênio e nutrientes necessárias para que as células continuem a funcionar.

Diagnóstico para pé isquêmico

O resultado do fornecimento de sangue insuficiente para o pé pode se manifestar de várias maneiras, dependendo de quão grave o comprometimento da circulação.

Os sintomas iniciais podem incluir pés frios, descoloração roxa ou vermelha dos dedos dos pés, ou cãibras musculares depois de andar distâncias curtas (claudicação intermitente).

As descobertas posteriores podem incluir uma ferida que não cicatrizará (úlcera isquêmica), dor durante a noite enquanto descansa na cama ou morte de tecido em parte do pé (gangrena).

O diagnóstico de isquemia é feito através da revisão dos sintomas do paciente, exame do pé e teste especial para avaliar a circulação. O exame deve revelar a temperatura da pele fria e a atrofia da pele que faz com que a pele pareça brilhante ou como um papel...

publicidade ;)

... fino com a perda de cabelo normal nos dedos e na perna.

Muitas vezes, há uma mudança de cor associada aos pés isquêmicos. Isso pode ser como uma descoloração roxa dos dedos dos pés, blanqueamento branco dos dedos dos pés quando o pé está elevado e descoloração vermelha quando o pé está pendurado.

Além disso, os dois pulsos arteriais no pé não serão tão fortes como normais, ou podem estar totalmente ausentes. Certamente a presença de um pálido procurando úlcera ou dedos negros gangrenosos pode ser um sinal sinistro de má circulação.

Quando estas descobertas estão presentes, é necessário um teste adicional. Isso geralmente incluirá o teste Doppler arterial. Este teste usa ondas sonoras para ouvir o fluxo sanguíneo através das artérias e é capaz de registrar a qualidade do fluxo sanguíneo e também a pressão sanguínea.

Se a qualidade do fluxo sanguíneo é fraca e a pressão é muito diminuída, isso pode indicar uma falta de fluxo sanguíneo adequado. Um segundo teste pode ser necessário para determinar o local onde o bloqueio arterial está localizado e a quantidade de sangue capaz de espremer após o bloqueio. Este teste é conhecido como um arteriograma.

O arteriograma requer a injeção de um corante especial na artéria para que a artéria seja visível quando é...

publicidade

...feito um raio-x. Este raio-x pode então mostrar onde a artéria está bloqueada e a quantidade de sangue que pode ultrapassar o bloqueio.

Tratamento para pé isquêmico

Nos estágios iniciais da isquemia do pé, o médico recomendará frequentemente um programa de exercícios de caminhada para aumentar o fluxo sangüíneo, sapatos de proteção e palmilhas, se necessário, para proteger a pele de esfregar produzindo irritações que podem levar a ulcerações. Medicamentos também estão disponíveis para ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo para os pés.

Em estágios mais avançados da isquemia, uma referência a um especialista vascular é apropriada para avaliação posterior. Muitas vezes, se o paciente estiver em boa saúde geral, uma cirurgia pode ser recomendada para ignorar a artéria bloqueada ou para limpar a área de bloqueio. Isso pode ser uma cirurgia importante, no entanto, nesses casos, a incapacidade de melhorar a circulação no pé pode resultar em gangrena, o que pode exigir amputação de parte do pé ou perna.

A cirurgia é uma tentativa de salvar o pé e a perna da amputação iminente. A cirurgia melhorou ao longo dos anos e as chances de sucesso agora são maiores do que nunca.

No entanto, cada indivíduo precisa ser avaliado quanto aos potenciais riscos e possíveis benefícios desse tipo de cirurgia.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.