Pipoca de microondas pode fazer mal a saúde
Autor:

Pipoca de microondas pode fazer mal a saúde

Várias marcas de pipoca de microondas com manteiga contêm o químico diacetila, que produz vapores potencialmente tóxicos.

Qual é a ligação entre a pipoca de microondas e o câncer?

A pipoca é uma parte ritual de assistir a filmes. Você não precisa ir ao teatro para se entregar a um balde de pipoca. Basta colocar uma bolsa no micro-ondas e esperar um minuto para que os botões fofos se abram.

A pipoca também é pobre em gordura e rica em fibras.

No entanto, algumas substâncias químicas presentes na pipoca de microondas e na sua embalagem têm sido associadas a efeitos negativos na saúde, incluindo câncer e condições pulmonares perigosas. 

A diacetila, composto utilizado na produção de pipoca de microondas como saborizante químico, chamou atenção pelo fato de sua inalação ser a causa de um problema pulmonar em centenas de operários americanos de fábricas de pipoca, a bronquiolite obliterante.

Apelidada de "pulmão de pipoca", a bronquiolite obliterante é uma doença grave e irreversível que constringe os bronquíolos do pulmão, causando dificuldades respiratórias.

A grande polêmica surgiu por conta da dúvida sobre até que ponto sentir o aroma artificial de manteiga exalado pelas pipocas de microondas poderia ser um perigo também aos consumidores.

Várias marcas de pipoca de microondas com manteiga contêm o químico diacetila, que produz vapores potencialmente tóxicos.

Um estudo feito pela Universidade de...

... Minnesota (EUA) indicou que a diacetila é capaz de ultrapassar a "barreira sangue-cérebro", que impede que substâncias tóxicas entrem no cérebro; estimula o acúmulo das proteínas beta-amiloides, que contribuem para o desenvolvimento da doença de Alzheimer; e impede a proteína glioxalase, que protege as células nervosas, de chegar ao cérebro.

Porém, é importante observar que os estudos e toda a polêmica podem ter uma abordagem exagerada, visto que a diacetila está presente também naturalmente em alguns alimentos, como a manteiga, alguns derivados do leite, vinho, cerveja e até mesmo frutas.

Ter controle com o consumo excessivo de pipoca de microondas e evitar ficar na cozinha enquanto estiver aquele aroma de falsa manteiga no ar.

Se possível, dê preferência ao método tradicional de preparação, na panela, pois desta forma, mais do que evitar problemas com substâncias suspeitas, podemos controlar o nível de sal, gordura e obter apenas os benefícios da pipoca, riquíssima em antioxidantes capazes de combater os radicais livres e ajudar contra o envelhecimento precoce e diversos tipos de câncer.

Pipoca de microondas está ligada a outros problemas de saúde?

Pipoca de microondas também tem sido associada a uma doença pulmonar grave chamada pulmão de pipoca. O diacetil, um produto químico usado para dar...

publicidade

...sabor e aroma amanteigado à pipoca de micro-ondas, está ligado a danos pulmonares graves e irreversíveis quando inalado em grandes quantidades.

O pulmão de pipoca faz com que as pequenas vias aéreas dos pulmões (bronquíolos) fiquem cicatrizadas e se estreitem a ponto de não permitirem a entrada de ar suficiente. A doença causa falta de ar, sibilância e outros sintomas semelhantes aos da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Há duas décadas, o risco para o pulmão de pipoca estava principalmente entre os trabalhadores em fábricas de pipoca de microondas ou outras fábricas que respiravam grandes quantidades de diacetil por longos períodos de tempo. Centenas de trabalhadores foram diagnosticados com esta doença e muitos morreram.

O Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional estudou os efeitos da exposição ao diacetil em seis plantas de pipoca de microondas. Os pesquisadores descobriram uma ligação entre a exposição a longo prazo e danos nos pulmões.

O pulmão de pipoca não foi considerado um risco para os consumidores de pipoca de microondas. Ainda um homem do Colorado teria desenvolvido a condição depois de comer dois sacos de pipoca de microondas por dia durante 10 anos.

Em 2007, os principais fabricantes de pipoca removeram o diacetil de seus produtos.

Sobre o Autor
Isadora Kepner - Nutricionista Autora no Índice de Saúde Brasil

Nutricionista de profissão e de amor, Isadora Kepner tem 22 anos de experiência em consultório e atualmente dedica boa parte do seu tempo em ajudar o próximo com artigos e respondendo perguntas sobre nutrição e alimentação saudável.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade