14 dores mais comuns e conhecidas | o que fazer?

14 dores mais comuns e conhecidas | o que fazer?

Consultar o alerta médico se a dor se torna intensa, ou se você desenvolver uma alta temperatura, náuseas, vômitos, fraqueza, dormência ou confusão.

publicidade
publicidade
Sintomas e Doenças

14 dores mais comuns e conhecidas

1- Entorses e distensões

Se você é fisicamente ativo, você provavelmente está familiarizado com entorses e distensões. Estas lesões geralmente envolvem inflamação e inchaço após o alongamento ou rasgar os músculos, ligamentos ou tendões. Entorses geralmente afetam os tornozelos, joelhos e pulsos e você poderá ver contusões.

Estirpes muitas vezes envolvem as pernas, virilha ou volta e podem desencadear espasmos musculares. A maioria dos entorses e estirpes podem ser tratadas em casa com analgésicos sem receita, como paracetamol e terapia de proteção, repouso, gelo, compressão e elevação. Procure ajuda médica se:

  • A dor é severa, não está melhorando ou está piorando
  • Você não pode mover ou colocar peso sobre a área afetada
  • Você sentir dormência, formigamento ou descoloração

2- Cefaleia tensional

Este é provavelmente o tipo mais comum de dor de cabeça, estima-se que afeta cerca de metade os adultos no Reino Unido uma vez ou duas vezes por mês. Você pode sentir uma dor constante que sentir que sua cabeça está sendo espremida, ou uma sensação de pressão atrás dos olhos. Pode ser causada por desidratação, estresse, má postura, pular refeições ou luz solar.

A dor geralmente não é grave o suficiente para ver um médico, ou impedir você de prosseguir com suas atividades diárias. Medicamentos como analgésicos, paracetamol ou ibuprofeno, podem ajudar com a dor, bem como descansar, aliviar o estresse e beber muita água.

Consultar o alerta médico se a dor se torna intensa, ou se você desenvolver uma alta temperatura, náuseas, vômitos, fraqueza, dormência ou confusão.

3- Enxaqueca

Um ataque de enxaqueca não é só uma dor de cabeça. É uma condição neurológica que pode causar:

  • Dor latejante na frente ou no lado da cabeça
  • Problemas visuais como pontos cegos, padrões de zig-zag ou luzes piscando
  • Náuseas e vômitos
  • Sensibilidade à luz, ruído e cheiros

1 em 7 pessoas no Reino Unido são afetadas. As mulheres são mais propensas a enxaquecas do que os homens. Ataques podem durar de 4 a 72 horas e muitas vezes podem perturbar o trabalho e outras atividades diárias. Não há nenhuma cura conhecida para enxaquecas, mas descansar em um quarto escurecido pode ajudar, ou usar uma flanela ou compressa de gelo para aliviar a dor.

Outro tratamento comun para aliviar a dor até remédios caseiros, como uma pequena quantidade de cafeína, ou terapias complementares, como ioga ou acupuntura. Todo mundo é diferente, então procure ajuda médica para descobrir o que funciona melhor para você.

4- Dor de dente

Dor de dente pode ser causada por um dente quebrado, cárie dentária, doença gengival ou um enchimento perdido. Dor pode variar de leve e intermitente, a grave e constante.

Se a dor durar mais de um par de dias, você verá o seu dentista. Inflamação pode levar a problemas mais sérios como infecção ou abcesso que pode levar à perda do dente.

Às vezes, a dor de dente é causada por uma infecção sinusal, ranger de dentes ou um problema com a articulação onde sua mandíbula anexa ao crânio, conhecido como desordem têmporo-mandibular (DTM).

Tratamento da dor dental depende da causa e pode variar de um enchimento ou tratamento de canal, a uma coroa, ou a remoção do dente. Fazer check-ups regulares para ajudar a prevenir o desenvolvimento de dor de dente.

5- Dor no pescoço

É literalmente uma dor no pescoço,...

publicidade ;)

... mas tensão do pescoço é bastante comum, porque seu pescoço é menos protegido do que o resto de sua espinha. Dor e desconforto podem ser causados por má postura ou desajeitadamente, dormindo tão frequentemente desaparece seu próprio em poucos dias.

Tensão e estresse também podem fazer a dor de pescoço ficar pior. Às vezes, o problema é mais grave. Se a dor persistir por dias ou semanas, procure um médico para descartar artrite, lesões ou problemas nervosos.

Dor no pescoço também pode causar dor referida para outras partes do corpo, como os ombros. O tratamento depende da causa e pode variar de analgésicos e anti-inflamatórios para massagem no pescoço, alterações de postura e exercícios para fortalecer os músculos do pescoço.

6- Dor nas costas

De acordo com pesquisa do Arthritis UK, dor nas costas afeta 4 de 5 pessoas no Reino Unido em algum momento de suas vidas. É mais comum à medida que envelhecemos. Dor pode variar de maçante e intermitente a longo prazo e constante. Isso pode afetar suas costas inferior, média ou superior e pode ser causado por uma entorse ou estirpe no músculo. Dor pode ser desencadeada por:

  • Excesso de peso
  • Lesão, tais como levantamento algo incorretamente
  • Condições como a artrite ou câncer que afetam suas costas e espinha
  • Dano da coluna vertebral que pressiona um nervo, como dor ciática ou uma hérnia de disco.

Dor nas costas causada por tensão muitas vezes fica melhor por conta própria. Outros tratamentos incluem medicamentos sem receita, relaxantes musculares, exercícios, terapia quente e fria e fisioterapia.

7- Ombro congelado

Esta condição pode provocar grave rigidez e dor extrema em seu ombro. É geralmente pior à noite, quando você se deita sobre o lado afetado. Entende-se não totalmente, mas a dor pode ser desencadeada por uma lesão, cirurgia ou condições de saúde como diabetes, doença cardíaca ou acidente vascular cerebral. As mulheres são mais propensas a isso.

A amplitude de movimento em seu braço pode piorar gradualmente para que tarefas simples de todos os dias como se vestir ou pentear o cabelo, podem se tornar impossíveis de fazer. Ao longo de meses ou anos até o ponto onde você não pode mover seu braço e pode piorar a dor e rigidez.

Exercícios, fisioterapia e em alguns casos, cirurgia, pode melhorar a sua amplitude de movimento. Se a condição não for tratada, pode levar 2-3 anos para o ombro para "descongelar" e voltar a ser flexível.

8- Tendinite e bursite

Ambas estas condições envolvem dor e inchaço ao redor de um músculo ou osso, mais comumente:

  • Joelho
  • Ombro
  • Quadril 
  • Cotovelo

Movimentos repetitivos, uso excessivo ou lesão pode causar inflamação. Geralmente pode ser tratada em casa com analgésicos sem receita, como paracetamol e terapia de proteção, repouso, gelo, compressão e elevação. Se os sintomas não diminuíram após 2 semanas, ou estão a piorar, procure ajuda médica.

9- Artrite

O termo artrite abrange todo um grupo de condições de tecido conjuntivo que causam dor nas articulações. Eles incluem osteoartrite, artrite reumatóide, espondilite anquilosante e gota.

Os sintomas podem vir e ir e pode envolver o inchaço, dor, rigidez e movimento limitado. Pode ser causada por lesão ou inflamação desencadeada por seu sistema imunológico.

Artrite geralmente não pode ser curada, mas isso pode ser facilitado com analgésicos, antiinflamatórios não-esteróides, esteróides ou bloqueios de nervos, dependendo da gravidade da condição.

Às...

publicidade

...vezes, programas de alongamento e exercício podem ajudar. Fale com seu médico especialista, assim você pode ter o tratamento adequado às suas necessidades.

10- Dor de estômago

Dor de estômago pode variar de uma dor moderada a severa cãibra e pode ser causada por uma série de coisas, inclusive indigestão, prisão de ventre ou constipação. Geralmente não dura mais de algumas horas. Medicamentos geralmente ajudam uma dor de estômago. Procurar um médico, ou ir para o A&E mais próximo imediatamente, se:

  • Dor começa de repente, do nada
  • Dor é severa ou dura dias
  • Dor está concentrada em uma área
  • Vomitar sangue
  • Você tem sangue no seu cocô.

11- Dor ciática

Ciática, refere-se a dor causada por inflamação ou compressão do nervo ciático. Este nervo é o mais longo no corpo, fugindo de sua pélvis para os dedos dos pés. A dor pode ser leve, ou você pode ter dor, acompanhada de fraqueza, formigamento ou sensacão de queimação em suas costas, nádegas ou na perna.

Permanecer sentado ou ficar em pé pode ser desconfortável, e espirrar ou tossir pode agravar a dor. Isso geralmente é causado por pressão sobre um nervo, como de uma "hérnia de disco" em sua parte inferior das costas - e pode desaparecer em poucas semanas, com descanso e exercícios suaves.

Você deve consultar seu médico para confirmar um diagnóstico. Procure ajuda médica imediata se você perder a sensação nas pernas ou nádegas, ou se você perder o controle de sua bexiga ou intestinos.

12- Dor do nervo

Dor (neuralgia) ou neuropatia periférica de nervo, pode ser causada por uma série de condições, incluindo uma hipoatividade da tireóide, doença renal crônica e diabetes não controlada.

Os sintomas muitas vezes envolvem dormência, formigamento, fraqueza e dor. Pessoas com diabetes não controlada são propensas a danos nos nervos em seus pés, mãos, braços e pernas. Dores causadas pelo mesmo vírus que causa a catapora, podem causar dor em curso chamada neuralgia pós-herpética. O tratamento depende da causa.

13- Síndrome do túnel do carpo

Isso é uma condição comum que causa dores tipo alfinetes e agulhas, dor maçante e fraqueza no braço, na mão e no polegar. Pode ser causada pela compressão dos nervos que controlam o movimento de sua mão. Outros fatores de risco incluem:

  • Estar grávida
  • Lesão no pulso
  • História familiar
  • Movimentos repetitivos, ou extenuante no trabalho, ou uso excessivo
  • Condições de saúde como diabetes ou artrite reumatóide.

Síndrome do túnel do carpo pode desaparcer por conta própria. Caso contrário, o tratamento inclui repouso, medicação, talas de pulso e em alguns casos, cirurgia. Ioga ou fisioterapia pode ajudar muito.

14- Pés doloridos e inchados

Dor no pé pode ser causada por muitas coisas, incluindo lesões, joanetes, gota e doenças como diabetes. Levantar os pés e dar um descanso. Você pode aliviar a dor no pé com compressa de gelo por 15-20 minutos de cada vez. Se você está de pé muito para o trabalho, você pode querer tentar:

  • Meias de compressão
  • Calçados espaçosos, apoio de sapatos
  • Ter pausas regulares para se sentar.

Se você estiver com sobrepeso, ou tem pés chatos ou arcos elevados, pode ser mais propensos a uma condição chamada fasceíte plantar, o que causa dor no calcanhar.

Descansar, exercícios de alongamento e analgésicos podem ajudar a aliviar a dor. Se a dor do pé torna-se grave, procure ajuda médica para ir à raiz do problema.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.