Salmonella e Gravidez
Autor: Dr. Pedro Lemos

Salmonella e Gravidez

Salmonella é um grupo bacteriano que pode causar gastrenterite. Intoxicação alimentar por salmonella.

publicidade

Salmonella é um grupo bacteriano que pode causar gastrenterites, encontrada, em geral, em alimentos de origem animal, como carnes, aves, ovos, leite e outros.

Salmonella Enteritidis é um dos tipos mais comuns no mundo e é transmitido principalmente por ovos consumidos crus ou mal cozidos. O frango e outras aves, se consumidos mal cozidos, mal fritos ou mal assados também podem transmitir a bactéria.

Uma pessoa que se infecta com a bactéria pode apresentar febre, cólicas abdominais e diarreia, de 12 a 72 horas após o consumo do alimento contaminado.

A doença dura de 4 a 7 dias, e muitos doentes se recuperam sem a necessidade de tomar antibióticos. Entretanto, quando a diarreia é severa,...

publicidade

... hospitalização e uso de antibióticos podem ser necessários, além de hidratação venosa e outros cuidados.

Crianças, gestantes, idosos e imunocomprometidos podem apresentar formas graves da doença, com infecção que pode passar do intestino para a corrente sanguínea ou para outros órgãos do corpo, podendo causar óbito se não tratada prontamente com antibióticos adequados.

Vários estudos mostram que essa bactéria, no mundo, tornou-se resistente a vários antibióticos: no Estado de São Paulo, o Instituto Adolfo Lutz detectou que 65% das cepas são resistentes a antibióticos, em geral a dois tipos de drogas, e algumas das cepas até sete antimicrobianos.

Este problema está relacionado ao uso indiscriminado de antibióticos, e especialmente na criação das aves. Carnes (bovinas...

publicidade

...ou suínas) e aves cruas, malpassadas ou defumadas devem ser evitadas durante a gravidez, devido ao risco de conterem a bactéria da salmonella e o parasita da toxoplasmose, entre outros problemas.

A intoxicação alimentar por salmonella pode ser uma doença grave, cujos sintomas incluem diarréia e vômitos severos, dor de cabeça, dor abdominal e febre.

O tratamento exige antibióticos e reidratação com soro para suprir todo o líquido perdido pelo corpo. Dependendo do quadro, pode haver necessidade de hospitalização.

Lembre-se de que, com a gravidez, o sistema imunológico não funciona tão bem como de costume, o que a deixa mais suscetível aos germes responsáveis pelas intoxicações alimentares. A salmonella não prejudica o bebê diretamente.

Sobre o Autor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade