O que é Neuropsicologia?
Autor: Dr. Pedro Lemos

O que é Neuropsicologia?

A neuropsicologia é um ramo da psicologia que se ocupa de como o cérebro e o resto do sistema nervoso influenciam a cognição e os comportamentos de uma pessoa.

publicidade

6 Dúvidas sobre a Neuropsicologia

O cérebro humano é indiscutivelmente o órgão mais complicado e surpreendente do corpo humano.

Pode até ser chamado de órgão mestre, já que regula todos os outros órgãos do corpo.

Por exemplo, diz aos pulmões quando inspirar e expirar; diz à pele quando há uma sensação, como uma coceira ou dor; ajuda a regular a digestão; e diz ao coração para continuar bombeando.

O cérebro também é mestre e comandante de nossas funções e comportamentos cognitivos. Lesões em qualquer parte do cérebro podem causar disfunções no corpo, juntamente com pensamentos e comportamentos incomuns.

Entender como o cérebro influencia nossas funções e comportamentos cognitivos recai sobre o ombros de neuropsicólogos.

A neuropsicologia é um ramo da psicologia que se ocupa de como o cérebro e o resto do sistema nervoso influenciam a cognição e os comportamentos de uma pessoa.

Mais importante, os profissionais desse ramo da psicologia geralmente se concentram em como as lesões ou doenças do cérebro afetam as funções e os comportamentos cognitivos.

1- Quando devo procurar apoio em neuropsicologia? Como são feitas as avaliações?

Devemos procurar apoio neuropsicológico quando apresentamos dificuldades ou problemas cognitivo e/ou comportamental relacionados a alterações neurológico-neuropsiquiátricas, como:

  • Traumatismo Crânio Encefálico (TCE);
  • Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC);
  • Síndromes Degenerativas (Demências Vasculares, Fronto Temporais, Alzheimer, Parkinson, Demência Vascular, etc);
  • Doença Bipolar, Depressão Maior, entre outras.

As avaliações são multidisciplinares, ou seja, com médico neurologista que solicita exames laboratoriais e de imagem;...

publicidade

... psicólogo que realiza entrevistas, aplicação de testes neuropsicológicos que devem avaliar vários domínios cognitivos entre eles memória, atenção, habilidade viso-construtivo, etc, pois a técnica ou modelo de reabilitação a ser utilizado com o paciente depende do grau de comprometimento cognitivo.

A avaliação neuropsicológica é essencial para avaliar as funções preservadas, as funções comprometidas, as áreas cerebrais disponíveis e qual hemisfério está mais disfuncional.

2 - Qual a diferença entre Estresse x Ansiedade?

Podemos dizer que a ansiedade funciona como um motor que nos impulsiona para a vida; quando em níveis elevados provoca vários sintomas no organismo, conhecidos como Estresse.

Esses sintomas são tensão, dores musculares, hipertensão, depressão, isolamento, fadiga, entre outros.

3 - O que é TDAH? Quais são os principais Sintomas?

É um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida.

Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade.

Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção).

4 - O que é Reabilitação Neuropsicológica?

A Reabilitação Neuropsicológica é um conjunto de práticas em que o profissional de saúde atua junto com o paciente para reduzir os efeitos de déficits cognitivos que englobam além dos aspectos cognitivos, terapias para modificação de comportamentos, orientações familiares, com objetivo de diminuir o impacto das incapacidades no dia-a-dia do paciente, a terapia se dá com a finalidade de melhorar todas as funções cognitivas e/ou aquelas que...

publicidade

...apresentam alguma perda secundária a uma lesão ou patologia, tais como memória, linguagem, funções executivas, habilidades visuo-espaciais e construtivas, etc.

As técnicas são individuais, por isso é importante que o paciente tenha uma avaliação neuropsicológica para elaboração de um programa de tratamento.

5 - O que é Dislexia? Como é feito o acompanhamento?

Dislexia é um transtorno genético e hereditário da linguagem, caracterizado pela dificuldade com a fluência correta na leitura e por dificuldade na habilidade de decodificação e soletração.

Essas dificuldades têm como conseqüência um déficit no componente fonológico da linguagem que é inesperado em relação a outras habilidades cognitivas consideradas na faixa etária.

O acompanhamento é feito por vários profissionais, médico neurologista, psicólogo, fonoaudiólogo, psicopedago, com objetivo de tratarem as alterações apresentadas nas avaliações, que podem ser de voz, audição, motricidade oral, comportamental, entre outras.

E para cada área de alteração são utilizados exercícios específicos.

6 - Como é feita a interação com pacientes que tem Alzheimer?

A interação à pacientes com Alzheimer se dá através de consultas semanais, objetivando estruturação de rotinas com possibilidade de melhorar a orientação temporal, diminuição de repetições verbais, treino de memória, atenção e acesso léxico.

Orientação aos familiares principalmente aos cuidadores, pois na prática a vida cotidiana está recheada de acontecimentos imprevisíveis e as tomadas de decisões devem ser feitas de maneira rápida e ágil, baseadas nos conhecimentos pré-adquiridos de maneira flexível e autônoma.

Ana Maria Leonel De Bruyn
Psicóloga 

Sobre o Autor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade