Tendinite de Aquiles (Tendão de Aquiles): Sintomas e Tratamento
Autor: Dr. Pedro Lemos

Tendinite de Aquiles (Tendão de Aquiles): Sintomas e Tratamento

A Tendinite de Aquiles consiste na Inflamação do Tendão de Aquiles. Veja quais são as principais causas, sintomas e tratamento.

Tendão de Aquiles

O Tendão de Aquiles liga os músculos da panturrilha até o calcanhar. O Tendão de Aquiles você usa para saltar, andar, correr.

Contínua, intensa atividade física, como correr e saltar, pode causar inflamação no Tendão de Aquiles. Isso é conhecido como Tendinite de Aquiles (Tendinite do calcâneo).

Tendinite de Aquiles pode frequentemente ser tratado em casa, usando estratégias simples. No entanto, se o tratamento da Tendinite de Aquiles em casa não funcionar, é importante consultar um médico.

Se sua tendinite de aquiles piorar, pode levar a um desgaste do tendão de aquiles.

Você pode precisar de medicação para aliviar a dor ou uma reparação cirúrgica.

Sintomas da Tendinite no Tendão de  Aquiles

O principal Sintoma da Tendinite de Aquiles é um sentimento de dor e inchaço em seu calcanhar quando você caminhar ou correr.

Outros sintomas da Tendinite de Aquiles incluem os músculos da panturrilha pressionado e amplitude limitada de movimento quando flexionando o pé.

Esta condição também pode deixar a sensação na pele do calcanhar quente quando toca.

Atividade física intensa, como correr e saltar, pode causar inflamação no Tendão de Aquiles.
Atividade física intensa, como correr e saltar, pode causar inflamação no Tendão de Aquiles.

Causas da Tendinite do Aquiles

Exercício e excesso é um fator comum entre as causas da Tendinite de Aquiles.

Por este motivo os grandes alvos da Tendinite de Aquiles são atletas. No entanto, fatores independentes para exercer também pode contribuir para o risco.

Artrite Reumatóide e infecção são correlacionadas com tendinite.

Em geral, qualquer atividade que utiliza repetidamente o Tendão de Aquiles pode contribuir para este problema.

Aqui estão algumas possíveis causas da Tendinite de Aquiles:

  • rotina de exercícios sem um aquecimento adequado
  • esticar os músculos da panturrilha durante exercícios ou atividades físicas repetidas
  • praticar esportes como tênis que requerem...

    ... paradas rápidas e mudanças de direção

  • usar sapatos velhos ou mal ajustados para o exercício
  • usar salto alto todos os dias

Diagnóstico da Tendinite no Tendão de Aquiles

Para diagnosticar a Tendinite de Aquiles corretamente, seu médico irá realizar um questionário sobre a dor e inchaço em seu calcanhar e observar sua amplitude de movimento e flexibilidade.

O médico também pode tocar na área. Isto permite-lhe identificar onde a dor e o inchaço é mais grave.

Para confirmar a Tendinite de Aquiles pode ser solicitado exames de imagem:

  • Radiografias: fornecem imagens dos ossos do pé e da perna.
  • Ressonância magnética: é útil para detectar rupturas e degeneração do tecido.
  • Ultrassom: mostra o movimento do tendão, danos relacionados e inflamação.

Tratamento da Tendinite de Aquiles

Há uma variedade de tratamentos para Tendinite de Aquiles. Estes variam de descanso e aspirina para cirurgia e injeções de esteróides. Seu médico pode sugerir:

  • reduzir sua atividade física
  • alongamento e fortalecimento dos músculos da panturrilha
  • mudar para um esporte diferente, menos árduo
  • levantar o pé para diminuir o inchaço
  • utilizar uma cinta ou atadura elástica compressiva para impedir o movimento de salto
  • fisioterapia
  • tomar medicação anti-inflamatória
  • injeções de esteróides

Às vezes, tratamentos de Tendinite de Aquiles mais conservadores não são eficazes. Nesses casos, a cirurgia de tendão pode ser necessária para reparar o Tendão de Aquiles.

Se a a Tendinite de Aquiles não for tratada, há um maior risco de uma ruptura do Tendão de Aquiles. Isso pode causar dor aguda na área do calcanhar.

Prevenção da Tendinite no Tendão de Aquiles

Para reduzir o risco de Tendinite de Aquiles, alongue os músculos da panturrilha.

Alongamento no início de cada dia, melhora a sua agilidade e torna menos propenso a lesões. Você também deve tentar alongar antes e após exercícios.

Para alongar seu Tendão de Aquiles, fique com uma...

publicidade

...perna reta e incline-se para a frente mantendo o seu calcanhar no chão. Se isso é doloroso, certifique-se de consultar um médico.

Lembre-se: sempre é uma boa idéia falar com seu médico antes de iniciar uma nova rotina de exercícios para analisar a carga de exercícios em relação ao seu estado físico.

Intensificar gradualmente a sua atividade física é menos susceptível de causar ferimentos ou lesões.

Limitação de movimentos bruscos que podem abalar os calcanhares e panturrilhas também ajuda a reduzir o risco de Tendinite de Aquiles.

Tente combinar exercícios de alto e baixo imapcto em seus exercícios para reduzir o estresse sobre o Tendão de Aquiles. Por exemplo, jogar basquete pode ser combinado com natação.

Não importa se você está andando ou correndo. Para diminuir a pressão sobre o Tendão de Aquiles, é importante sempre usar os calçados adequados e confortáveis com apoio adequado e amortecimento. Se você usa sapatos por um longo tempo, considere substitui-los intercalar o uso.

Algumas mulheres sentem dor no Tendão de Aquiles em decorrência do uso exagerado de sapatos de salto alto, onde esse uso diário por prejudicar (apertar e encurtar) e causar dor no Tendão de Aquiles.

Uma estratégia eficaz é reduzir o tamanho de salto de sapatos gradualmente. Isso permite que o Tendão de Aquiles se alongue aumente sua amplitude de movimento.

Se por necessidade você é obrigado a usar sapatos ou sapatos de saltos alto diariamente, sempre leve com você um tênis mais confortável, e logo que sentir algo diferente ou mesmo uma dor, troque os sapatos.

Se for realizar uma longa caminhada, como ir em um compromisso de sapatos ou salto alto, prefira usar o tênis, e ao chegar no compromisso coloque novamente o sapato. Isso evita a Tendinite de Aquiles e seu Tendão de Aquiles agradece!

Sobre o Autor
Dr. Pedro Lemos - Médico Generalista escritor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade