O Uso Correto de Colírios
Autor: Dr. Pedro Lemos

O Uso Correto de Colírios

Muita gente acha que é só pingar um colírio, e pronto, o problema se resolve literalmente num piscar de olhos. Veja o uso correto de colírios.

publicidade

Olho irritado, vermelho ou seco?

Muita gente acha que é só pingar um colírio, e pronto, o problema se resolve literalmente num piscar de olhos.

No entanto, o uso indiscriminado do medicamento pode trazer problemas de visão.

Se o colírio for aplicado de forma errada, os olhos podem ficar vermelhos por inflamações, infecções e alergias.

Usar o colírio corretamente é fundamental para o sucesso do tratamento. Parece uma tarefa fácil, mas é comum haver problemas decorrentes da má aplicação.

Os médicos têm obrigação de instruir seus pacientes sobre como aplicar o colírio corretamente, sejam lágrimas artificiais ou antibióticos.

Com a cabeça inclinada para trás, o paciente deve puxar levemente a parte inferior da pálpebra, formando um bolso, e só então pingar as gotas necessárias. Ao contrário da maioria, piscar várias vezes, como se isso fosse ajudar na absorção, não é recomendado.

Com olhos fechados, pressione o canto interno e aguarde por dois ou três minutos, até que o produto alcance todas as áreas importantes.

Como colocar o colírio

Os colírios são usados para tratar uma grande variedade de condições, de glaucoma e infecções oculares a alergias e olhos secos. Em muitos casos, colírios são essenciais para preservar sua visão e proteger seus olhos.

Para obter o maior benefício dos colírios, você deve usá-los adequadamente. Se você precisa de uma gota por dia ou 10, há um jeito certo e um jeito errado de colocar colírios em seus olhos.

Seu oftalmologista ou farmacêutico pode dar instruções específicas para os colírios prescritos que você precisa. Mas, na maioria dos casos, a técnica adequada para aplicar colírios é a mesma, independentemente de você estar usando fórmulas de prescrição ou vendidas sem receita médica.

Deixar de aprender como colocar corretamente gotas em seus olhos não só pode derrotar o propósito de ter as gotas em seu olhos, como também pode ficar caro. Cada vez que você perder uma gota de colírio e o seu...

publicidade

... olho e tiver que usar mais gotas do que deveria, isso vai custar dinheiro, potencialmente muito dinheiro no caso de alguns colírios prescritos.

Como usar o colíiro?

Como usar o colírio?

  1. Lave as mãos com água e sabão.
  2. Incline a cabeça para trás e olhe para cima.
  3. Puxe a pálpebra inferior delicadamente, formando uma pequena "bolsa" onde o colírio será aplicado.
  4. Aplique a quantidade de gotas recomendada pelo oftalmologista, evitando o contato da ponta do frasco com seus olhos.
  5. Mantenha as pálpebras fechadas e pressione suavemente o canto interno do olho, perto do nariz. Isso evitará que o medicamento seja expulso do olho ou escorra para o canal lacrimal.
  6. Mantenha o olho fechado durante 1 ou 2 minutos.
  7. Se for preciso, limpe o excesso de medicamento com um lenço de papel limpo.
  8. Caso precise aplicar qualquer outro medicamento nos olhos, é recomendado que aguarde pelo menos 5 minutos antes de fazê-lo.

O que fazer se você precisar usar mais de um colírio

Às vezes, pode ser receitado mais de um tipo de colírio medicado. Mas se você aplicar as gotas muito rapidamente em sucessão, elas podem escorrer para fora do olho e não serem absorvidas adequadamente, reduzindo o efeito terapêutico.

Se você precisar colocar um segundo colírio no mesmo olho, espere pelo menos cinco minutos. Isso dará tempo para que a primeira gota seja totalmente absorvida e crie mais espaço para a segunda gota no olho.

Se você usa tanto um colírio medicado quanto um colírio lubrificante no mesmo olho, muitos médicos preferem que você comece com a colíria receitada (medicinal) primeiro e salve produtos vendidos sem receita, como lágrimas artificiais, para mais tarde.

Pratique Com Lágrimas Artificiais

Se você não se sente confortável colocando gotas em seus olhos, um pouco de prática pode ajudá-lo a dominar a tarefa rapidamente.

Compre um colírio de lágrimas artificiais sem conservantes para usar na prática. (Não pratique com colírio receitado - você não quer arriscar...

publicidade

...a medicação excessiva.) O uso de uma fórmula sem conservantes elimina o risco de você ser alérgico a conservantes encontrados em muitas lágrimas artificiais. Além disso, escolha um produto formulado para olhos secos suaves, essas gotas não são tão grossas quanto aquelas feitas para olhos secos moderados ou severos, para que não causem nenhuma visão borrada temporária.

Peça a um amigo para treiná-lo enquanto estiver praticando. Em particular, pedir para ajudar com a posição do aplicador na distância e localização apropriadas acima do olho, para que as gotas caiam diretamente na superfície do olho ou no espaço entre o olho e a pálpebra inferior.

Em menos tempo do que você imagina, você se tornará um profissional em aplicar colírios. Além disso, é uma boa ideia manter um suprimento de lágrimas artificiais sem conservantes na mão. Essas gotas podem ajudar a aliviar o desconforto associado à fadiga ocular do computador e são calmantes em outros momentos em que seus olhos estão cansados ou secos.

Confira as recomendações dos oftalmologistas para usar o medicamento da melhor maneira:

  • A higiene é fundamental. Portanto, lave bem as mãos! Não só antes de aplicar colírio, como antes de tocar na região dos olhos ou mesmo fazer a maquiagem.
  • Siga rigorosamente as instruções da bula. Veja inclusive se recomenda-se, no frasco, agitar o produto antes do uso.
  • Se você usa lentes de contato, retire-as antes de aplicar o produto, e recoloque-as dez minutos depois da aplicação.
  • Pingue somente uma gota de colírio de cada vez.
  • Mantenha os frascos sempre limpos, e evite que os aplicadores encostem nos olhos. E não divida seu frasco com outra pessoa, cada um deve ser de uso individual.
  • Caso o oftalmologista tenha prescrito mais de um colírio, deve-se aguardar cerca de 15 minutos entre as aplicações.
  • Relate ao oftalmologista qualquer incômodo relativo ao uso do colírio, como ardência, vermelhidão ou irritação. Em alguns casos, será necessária uma nova prescrição.
Sobre o Autor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade