Zumbido: merece toda atenção

Zumbido: merece toda atenção

Zumbido: sinal de hipertensão, diabetes e até mesmo depressão.

publicidade

Zumbido: sinal de hipertensão, diabetes e até mesmo depressão

Juntamente com dores de cabeça ou problema na coluna, não se demora muito para ouvir uma queixa de zumbido incômodo expresso na fala mansa de uma senhora com diabetes, um ‘parece que tem mosquito na minha cabeça’ dito por um jovem rapaz e aí por diante.

Talvez não tão comum como a enxaqueca presente em 70% da população em geral, a queixa de zumbido tem saído dos consultórios medicos e passaram a ser relatados por pacientes em processos terapêuticos a seus psicólogos. Estudos científicos tem apontado para a presença deste sintoma em pessoas que sofrem de depressão e ansiedade.

Pesquisas no campo da saúde afirmam que 17% da população mundial sofrem...

publicidade

... com zumbido diário, caracterizados de diversas formais, tais como:

  1. badalar dos sinos
  2. som de grilos
  3. apitos
  4. assobios
  5. motor
  6. chuva
  7. panela de pressão
  8. abelhas

Muitas vezes, mesmo após procurar o médico não é constatado nenhuma diminuição da audição, mas exames médicos revelam que altas doses de medicamentos podem ter ação tóxica, como por exemplo, anti-inflamatórios não-esteróides, ácidos acetilsalicílicos, determinados tipos de diuréticos, quinino, antibióticos. O zumbido também pode aparecer como consequência de um tratamento quimioterápico.

Se após toda essa verificação médica não for encontrada nenhuma relação, é alta a chance do indivíduo estar apresentando o zumbido como sintoma relacionado a alguns dos problemas abaixo:

  1. diabetes
  2. pressão arterial alta
  3. alterações da coluna cervical
  4. disfunção da articulação temporo-mandibular (ATM)
  5. transtorno de ansiedade
  6. transtorno depressivo

Mesmo que um paciente apresente-se com zumbido sem alterações auditivas e com ausência...

publicidade

...dos problemas listados nos itens 1,2,3 e 4 acima, é necessário critério para enquadrá-lo num possível quadro ansioso ou depressivo.

Pois, a carência de vitamina B12, hipertireoidismo e anemia (diminuição da viscosidade do sangue) também podem causar o denominado zumbido pulsátil, aquele em que a pessoa consegue ouvir as batidas do seu próprio coração.

Embora, o zumbido não seja um problema de saúde pública tal como a enxaqueca deve ser tratado como sinal de que alguma coisa no corpo está errada e que deve ser tratado. O acompanhamento dos primeiros sinais de zumbido podem facilitar e evitar a instalação de problemas médicos mais graves, bem como, promover a boa qualidade de vida mental impedindo o surgimento de transtornos emocionais.

Sobre o Autor

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade