Alergia a Estévia | Sintomas, Reações Alérgicas e Dermatite

Alergia a Estévia | Sintomas, Reações Alérgicas e Dermatite

Parece que há mais e mais opções de adoçantes naturais e artificiais no mercado. No entanto, será que alguém experimentou uma reação alérgica a estévia como resultado dessas adoçantes alternativos.

publicidade
publicidade
Sintomas e Doenças

Você pode ter uma alergia à estévia?

Parece que há mais e mais opções de adoçantes naturais e artificiais no mercado. No entanto, será que alguém experimentou uma reação alérgica a estévia como resultado dessas adoçantes alternativos.

Uma breve pesquisa na literatura médica encontrou um artigo publicado em 2015 por pesquisadores do Texas, Carolina do Sul e Nebraska sobre o mais novo adoçante do mercado, chamado estévia (stevia). Comercializado sob a marca Truvia (adoçante natural), stevia é obtido a partir da planta Stevia rebaudiana, stevia é apresentado por suas características naturais, de baixa caloria. Na verdade, a Coca-Cola e a Pepsi lançaram produtos em 2014 incorporando uma mistura de açúcar e estévia (substituindo o xarope de milho rico em frutose) nas colas. Como a estévia é encontrada em muitos alimentos e bebidas, a segurança desse adoçante natural tem sido questionada, especialmente seu potencial para causar reações alérgicas.

O que é Estévia (Stevia)?

Stevia rebaudiana é a planta da qual a stevia é obtida. Esta planta pertence à família Asteraceae e é nativa da América do Sul, onde tem sido usada como alimento e remédio por centenas de anos....

publicidade ;)

... A estévia é obtida das folhas da planta e é altamente purificada para produzir o adoçante natural, doce e de baixa caloria usado em vários alimentos.

Estévia poderia causar reações alérgicas?

Sabe-se que muitas plantas da família Asteraceae causam vários tipos de reações alérgicas, incluindo alergia respiratória por exposição ao pólen, dermatite de contato de proteínas vegetais e alergias alimentares por ingestão de produtos vegetais. As plantas de Asteraceae conhecidas por causar reações alérgicas incluem ervas (alergia ao pólen), crisântemo (dermatite de contato) e semente de girassol (alergia alimentar). Como a estévia está relacionada a muitas plantas que são bem conhecidas por causar reações alérgicas, alguns especialistas recomendam que pessoas com alergia a plantas relacionadas não usem estévia.

Há muito pouca evidência, no entanto, para apoiar a noção de que a estévia provoca reações alérgicas em pessoas com alergias conhecidas às plantas Asteraceae. Isto é provavelmente devido à natureza altamente purificada da maioria dos produtos estévia, como o adoçante natural Truvia. Para a maioria das pessoas, as formas altamente purificadas de estévia provavelmente não contêm os alérgenos e antígenos necessários para causar reações alérgicas. Por outro lado,...

publicidade

...os extratos brutos das folhas da estévia - especialmente aqueles encontrados em lojas de alimentos saudáveis - têm maior chance de causar uma reação alérgica em pessoas alérgicas a plantas de Asteraceae.

Existe apenas um estudo na literatura médica com evidência convincente de que a estévia pode causar reações alérgicas. Em 2007, um pesquisador no Japão relatou dois bebês que sofreram anafilaxia como resultado do consumo de produtos de estévia, um por mastigar folhas de estévia e o outro por pó cru de estévia misturado com água. Ambos os bebês tinham dermatite atópica. O pesquisador então realizou testes cutâneos com estévia em 200 crianças e encontrou uma alta taxa de testes cutâneos positivos para a estévia em pessoas com dermatite atópica e asma.

Devo evitar alimentos que contenham estévia?

Não está claro se pessoas com histórico de alergia a plantas de Asteraceae estão sob risco aumentado de reações alérgicas a alimentos altamente purificados contendo estévia. No entanto, extratos brutos da planta estévia, como os encontrados em suplementos alimentares ou em lojas de produtos naturais, devem ser evitados por pessoas com alergia a plantas de Asteraceae.

publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.