Transtornos do Humor - Ansiedade e Depressão
Autor: Dr. Pedro Lemos

Transtornos do Humor - Ansiedade e Depressão

Muitas pessoas com depressão também podem experimentar algum grau de ansiedade, ansiedade que vai além da tensão normal que experimentamos quando enfrentamos os desafios da vida.

publicidade

Este sentimento triste, sem esperança simplesmente não pode continuar. A tristeza está afetando seu trabalho, sua vida. Parece que é depressão. Mas poderia ser algo mais?

Muitas pessoas com depressão também podem experimentar algum grau de ansiedade, ansiedade que vai além da tensão normal que experimentamos quando enfrentamos os desafios da vida.

Para as pessoas com um transtorno de ansiedade, a preocupação e medo oprimido é constante - com pensamentos obsessivos, sentimentos de pânico, dificuldade em dormir, palpitações cardíacas, mãos suadas ou frias.

"Muitas vezes, achamos que as pessoas têm mais de uma condição - depressão e transtorno de ansiedade", diz Charles Goodstein, MD professor de psiquiatria do New York University School of Medicine, com uma prática clínica em Tenafly, NJ.

"Como de fato, é muito difícil encontrar pacientes que estão deprimidos, que também não têm ansiedade. é igualmente difícil encontrar pessoas com ansiedade que não têm um pouco de depressão."

Transtornos do Humor similares para Depressão

Na verdade, tristeza, depressão e ansiedade muitas vezes são desencadeadas por eventos de vida, e os sintomas não são facilmente separados, diz Andrea Fagiolini, MD, um...

publicidade

... psiquiatra e diretor médico do Centro Bipolar da Universidade de Pittsburgh School of Medicine. "Nós vemos isso com muita freqüência", diz Andrea.

"Relacionamento, problemas financeiros e problemas familiares - tudo isso pode provocar ansiedade e tristeza, por isso consideramos estes sentimentos para ser normal. Eles não são normais quando os sentimentos são extremamente intensos, quando prejudicar o funcionamento cotidiano e afetar a qualidade de vida. Quando tudo o que está acontecendo, torna-se difícil resolver os mesmos problemas que começaram a depressão."

Além de ansiedade e depressão, pode haver algo mais acontecendo - transtorno bipolar. Esta é uma condição que envolve mudanças de humor de uma pessoa de depressão grave para fases maníacas - com altas crescentes, inquietação, dificuldade de concentração, pensamento acelerado, decisões impulsivas, o comportamento imprudente e fraco julgamento. Em muitos casos, há o humor normal entre as fases.

Antidepressivo nem sempre é o melhor tratamento

Devido à dificuldade no diagnóstico desses distúrbios de humor, é importante conversar com seu médico francamente sobre o que você está sentindo. É também crucial que o seu médico tenha tempo suficiente para fazer...

publicidade

...perguntas, acrescenta Goodstein.

"Muitas pessoas em primeiro lugar vão a um médico clínico geral. Elas estão se sentindo deprimidas e achom que podem precisar de um antidepressivo. Mas se esse médico é muito ocupado, ele ou ela não vão poder fazer uma avaliação adequada."

Nestas circunstâncias, um antidepressivo é freqüentemente prescrito - ainda que pode ou não ser a escolha certa. "Os antidepressivos são usados para tratar distúrbios de ansiedade e depressão.

No entanto, alguém com transtorno bipolar precisa de um conjunto diferente de drogas. Um estabilizador de humor e uma medicação antimaníaca diz Fagiolini".

Existem vários tipos de estabilizadores de humor drogas, que incluem medicamentos como lítio e drogas anticonvulsivantes, tais como Depakote ou Lamictal. O perigo: "Dar um antidepressivo para alguém com transtorno bipolar pode desencadear um episódio maníaco", explica ele.

"Episódios maníacos podem ser perigosos, porque você tem um julgamento muito pobre, tende a usar mais drogas, dirigir de forma imprudente, gastar muito dinheiro, ter muito mais sexo - e tê-lo completamente desprotegido. Há um risco maior de comportamentos de alto risco devido há falta de bom senso".

Sobre o Autor

Médico Generalista escritor com 35 anos de experiência em Clínica Geral / Saúde da Família.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.

publicidade