Fibromialgia - Sensação de Dor no Corpo Todo

Fibromialgia - Sensação de Dor no Corpo Todo

Fibromialgia amplifica as sensações dolorosas com dor no corpo todo, afetando a maneira como o cérebro processa os sinais de dor.

publicidade
publicidade
Sintomas e Doenças

Sensação de dor pelo corpo todo

Fibromialgia é uma desordem caracterizada por dor músculo-esquelética generalizada acompanhada por problemas de fadiga, sono, memória e humor.

 A fibromialgia caracteriza-se por um quadro de dor crônica espalhada pelo corpo todo por regiões sensíveis:

  • dor na região do pescoço
  • dor no cotovelo
  • dor nas nádegas
  • dor atrás do joelho
  • dor na região dos membros inferiores

Como é uma doença complexa e polissintomática, o diagnóstico geralmente é feito por exclusão de outros problemas com sintomas parecidos, como artrite reumatóide, artrose e doença muscular inflamatória (polimiosite).

Os pesquisadores acreditam que a fibromialgia amplifica as sensações dolorosas com dores pelo corpo em geral, afetando a maneira como o cérebro processa os sinais de dor.

Carlos Maurício de Castro Costa, ex-presidente da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED), afirma que um profissional experiente é capaz de fazer um diagnóstico mais preciso.

“Não é só a dor muscular, envolve questões físicas e psicológicas”, insiste o médico.  

Os sintomas começam às vezes após um trauma físico, cirurgia, infecção ou estresse psicológico significativo.

Em outros casos, os sintomas gradualmente se acumulam ao longo do tempo sem nenhum evento único.

As mulheres são muito mais propensas a desenvolver a fibromialgia do que os homens.

Muitas pessoas que têm fibromialgia também tem dores de cabeça de tensão, da articulação temporomandibular (ATM), síndrome do intestino irritável, ansiedade e depressão.

Embora não haja cura...

publicidade ;)

... para a fibromialgia, uma variedade de medicamentos podem ajudar a controlar os sintomas.

Medidas de relaxamento, exercícios e redução de estresse também pode ajudar.

A dor associada com fibromialgia frequentemente é descrita como uma dor constante maçante, normalmente decorrente de músculos. Para ser considerada generalizada, a dor deve ocorrer em ambos os lados do seu corpo, acima e abaixo da cintura.

A fibromialgia é caracterizada por dor adicional quando uma pressão firme é aplicada em áreas específicas do corpo, chamados pontos sensíveis. Locais de pontos sensíveis incluem:

  • Atrás da cabeça
  • Entre as omoplatas
  • Topo dos ombros
  • Os lados da frente do pescoço
  • Peito
  • Cotovelos exteriores
  • Quadris superiores
  • Os lados do quadril
  • Joelhos internos

Fadiga e distúrbios do sono

Pessoas com fibromialgia frequentemente podem acordar cansadas, embora elas relatam dormir durante longos períodos de tempo.

O sono é frequentemente interrompido por dor, e muitos pacientes com fibromialgia têm outros distúrbios do sono, como a síndrome das pernas inquietas e apnéia do sono, que ainda pode piorar os sintomas.

Condições coexistentes

Muitas pessoas que têm fibromialgia também pode ter:

  • fadiga;
  • ansiedade;
  • depressão;
  • endometriose;
  • dores de cabeça;
  • síndrome do intestino irritável;

Entre os alertas para a fibromialgia estão:

  • Dor difusa pelo corpo por mais de três meses;
  • Fadiga;
  • Distúrbios do sono;
  • Quadros depressivos.

Os médicos não sabem o que causa a fibromialgia, mas provavelmente envolve uma variedade de fatores que trabalham juntos. Estes podem incluir:

  • Genética. Porque a fibromialgia tende a funcionar nas famílias, pode haver certas mutações genéticas...

    publicidade

    ...que podem fazer você mais suscetível a desenvolver a doença.

  • Infecções. Algumas doenças parecem desencadear ou agravar a fibromialgia.
  • Trauma físico ou emocional. Pós-traumático tem sido associado a fibromialgia.

Por que dói o corpo?

Centros atuais de pensamento em torno de uma teoria chamada de sensibilização central.

Esta teoria afirma que pessoas com fibromialgia têm um limiar menor para dor por causa da sensibilidade aumentada no cérebro aos sinais de dor.

Os investigadores acreditam que a estimulação repetida do nervo faz com que os cérebros das pessoas com fibromialgia possam mudar.

Essa mudança envolve um aumento anormal dos níveis de certas substâncias químicas no cérebro que emitem um sinal de dor (neurotransmissores).

Além disso, os receptores de dor do cérebro parecem desenvolver uma espécie de memória da dor e tornar-se mais sensível, o que significa que pode reagir a sinais de dor.

Tratamento para diminuir a dor pelo corpo

O tratamento é baseado nos sintomas, quando o médico poderá prescrever remédios para dor, antiinflamatórios e antidepressivos, além de fisioterapia e acupuntura.

Apesar da fibromialgia não apresentar risco de morte, ela causa incapacitação e comprometimento da qualidade de vida. O acompanhamento médico vai auxiliar o paciente a:

  • Aceitar a condição existente;
  • Ser ativo e persuasivo em seu tratamento;
  • Aceitar apoio psicológico (ou psiquiátrico) e terapia física para encarar a situação com mais força;
  • Seguir corretamente a indicação de dosagem de medicamentos.
publicidade

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de profissionais de saúde ou um especialista na área de saúde.
Em caso de emergência médica ligue para 192 e solicite ajuda!
Disque Saúde SUS (Sistema Único de Saúde) ligue para 136
Centro de Valorização da Vida (CVV) ligue para 188.